INÍCIO SOBRE RESENHAS CONTATO/POLÍTICAS LIVROS LIDOS EM 2014 ANUNCIE

Boneca de Ossos - Holly Black

Boneca de Ossos
Autor:  Holly Black
Editora: Novo Conceito - #irado
Número de páginas: 224

Avaliação:  

Sinopse: POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...
Poppy, Zach e Alice adoram brincar juntos, inventando histórias, vivendo em um mundo de faz de conta, representando personagens.
E na casa de Poppy, na cristaleira de sua mãe, vive um boneca de porcelana, chamada Eleanor. E ao mesmo tempo que sentem medo da Eleanor, também se sentem atraídos por ela, sentindo uma curiosidade enorme sobre a história dessa boneca de aparência tão assustadora.

Pela idade em que se encontram, eles começam a ter muitas cobranças. O pai de Zack é o que mais cobra o filho, e um dia, ao chegar em casa, Zack descobre que seu pai jogou toda sua coleção de bonecos no lixo. E com isso, passa a pressioná-lo a deixar de brincar com Poppy e Alice, incentiva a prática de esportes e a tomar atitudes mais maduras. Zack se sente envergonhado e por um tempo se afasta das amigas.

Mas, depois de um sonho, em que Eleanor revela que é feita de ossos e restos mortais e pede que as crianças encontrem seu túmulo para que ela possa, finalmente, descansar em paz, Poppy convoca os amigos para realizarem o desejo de Eleanor.

- Você sabia que a porcelana de osso tem ossos de verdade? - Poppy disse, batendo em uma bochecha de porcelana. - A argila dela foi feita com ossos humanos. Ossos de menininha. Esse cabelo trançado pelo crânio é o cabelo da garotinha. E o corpo da boneca está cheio do que restou das cinzas dela.

Boneca de Ossos é narrado em terceira pessoa e a leitura flui de forma fácil e totalmente envolvente. Fiquei super curiosa para chegar ao final da história e descobrir o que realmente aconteceu com Eleanor, a boneca de ossos, conhecida em seu mundo como a Grande Rainha.

A autora conseguiu representar de forma bem clara e direta o amadurecimento precoce, os conflitos que as crianças passam durante a transição da infância para a adolescência. Me senti super nostálgica relembrando da minha infância, as brincadeiras, o mundo da imaginação.

Adorei a capa de Boneca de Ossos, as ilustrações são muito bonitas e por ser curtinho, o livro pode ser lido rapidamente. Os personagens foram muito bem construídos, a trama é perfeita, muito inteligente. A história tem mistério, romance, aventura e também terror. Confesso que em alguns momentos senti um pouco de medo da boneca.
Meu filho de 9 anos também leu e adorou. É um livro recomendado para todas as idades.
E porque não fazer isso hoje, dia de Halloween? ;)


Cidade do Fogo Celestial - Cassandra Clare

Instrumentos Mortais #6
Autor: Cassandra Clare
Editora: Galera
Número de páginas: 534
Avaliação: 
ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando. Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo — deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais. |Skoob|
Acabou... =')

Minhas expectativas para esse livro estavam baixas, eu não tinha amado os dois últimos livros - Cidade dos Anjos Caídos e Cidade das Almas Perdidas - mas, para a minha completa alegria eu simplesmente AMEI a conclusão dessa série que eu gosto tanto! Ainda assim a trilogia As Peças Infernais continuam sendo minha preferida. 
E por falar em As Peças Infernais, aconselho que a trilogia seja lida antes desse volume final, porque apesar de serem séries distintas, muitos personagens vão aparecer por aqui, e tudo fica muito mais intenso quando você já os conhece - e AMA. 

Agora vamos ao que interessa, se você não leu os livros anteriores, pule essa resenha para evitar spoilers. :)

Em Cidade do Fogo Celestial a coisa está fervendo. Jace finalmente foi separado da ligação infernal que tinha com Sebastian, mas agora carrega o fogo celestial nas veias, e não sabe bem como utilizá-lo. Sebastian Morgenstern continua completamente louco e está invadindo os Institutos e transformando os Caçadores de Sombras em Crepusculares, através do Cálice Infernal. Dessa forma ele está criando um exercito sombrio e muito difícil de combater.

Os Caçadores de Sombras então se reúnem em Idris, na tentativa de se defender e descobrir uma maneira de parar Sebastian, mas nem mesmo as torres demoníacas parecem conseguir protegê-los. O caos está instalado.
Quando uma grande traição acontece, Clary, Jace, Simon, Alec e Isabelle irão fazer de tudo para salvar aqueles que amam e impedir que Sebastian destrua o mundo em que vivem, nem que para isso tenham que mergulhar em um reino demoníaco, de onde nenhum outro ser humano jamais retornou.

Ave Atque Vale - Saudações & Adeus

Cassandra Clare derrubou todos os forninhos com esse livro. Sério.
Eu tive todas as sensações possíveis durante a leitura: Raiva, indignação, tédio, tristeza, surpresa e amor. Para mim, a autora fechou com chave de ouro, finalizando com maestria a história de todos os personagens (seja de maneira feliz ou não) e introduzindo lindamente os personagens da nova trilogia que se passará no mesmo mundo (The Dark Artifices). Estou mais do que satisfeita.

Heróis nem sempre são os que vencem. Algumas vezes, são os que perdem. Mas eles continuam lutando, continuam voltando. Não desistem. É isso que faz deles heróis. 

Jace e Clary amadureceram muito, mas continuam querendo salvar o mundo sozinhos. Fiquei irritada com algumas situações, é claro, não seria eu se isso não acontecesse. Algumas resoluções foram muito simples, tipo "sério?", mas mesmo assim não tirou o brilhantismo da trama. O livro tem clichês? Tem sim, vários. Mas eu sou aquela que ama clichês, desde que eles sejam bem utilizados.

Se eu não gostava muito do Simon nos dois primeiros livros, posso afirmar que nos últimos três ele tem me agradado muito, praticamente se tornando meu personagem preferido. Alec também se mostrou essencial, confesso que nunca dei muita bola para ele, acho que Magnus o ofuscava um pouco, mas gostei da forma como Cassandra Clare desenvolveu sua história.

Porque o mundo não é dividido entre especiais e comuns. Todos têm potencial para serem extraordinários.

Falando em Magnus, seu carisma é surpreendente, e eu fiquei o tempo todo torcendo para que ele fosse feliz, finalmente. Emma e Julian são dois dos personagens novos, mas já dá para imaginar que a nova trilogia vá ser ainda melhor, estou bem empolgada. E estou ansiosa também para ler o conto do Simon também.

Existem coisas que queremos, por baixo do que sabemos, por baixo até mesmo do que sentimos. Existem coisas que nossas almas desejam, e a minha deseja você. – Simon para Isabelle  

Muita coisa boa vem por aí, e eu não me canso da Cassandra Clare. Como se cansar de uma autora que sempre se reinventa sempre? Pelo menos é assim para mim. A construção dos personagens é sempre ótima, existem facetas ocultas, segredos que podem mudar tudo em uma piscar de olhos e tudo o mais. O que dizer da mente psicótica de Sebastian? Tão intrincada e brilhante? Tão intenso que acabei gostando demais do vilão e até mesmo entendendo um pouco a sua insanidade.

Eu já disse que amei o final né? Meu coração foi partido em mil pedacinhos, e então o epílogo chegou, e gente, que epílogo fantástico, sei que alguns não vão gostar muito, faz parte. Mas eu amei e não consegui parar de pensar na história depois de ler a última página, e de pensar o quão bom seria se existisse um filme desse livro, mas um filme decente claro! Seria incrível.

Não tem como entrar em maiores detalhes, pois seriam spoilers arrasadores, então vou apenas dizer que vale MUITO a pena, e por favor, se você gosta de aventura e fantasia, não deixe de ler.

Se aquilo era paz e vitória, pensou Emma, talvez guerra e luta fossem melhores, afinal.


Mentirosos - E. Lockhart

Mentirosos
Autor:  E. Lockhart
Editora: Seguinte
Número de páginas: 272

Avaliação:  

Sinopse: Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu. "Emocionante, bonito e devastadoramente inteligente, 'Mentirosos' é absolutamente inesquecível." - John Green, autor de "A culpa é das estrelas" "Uma história assombrosa sobre como as famílias vivem suas próprias mitologias. Triste, maravilhosa e real." - Scott Westerfeld, autor de "Feios"
Cadence faz parte da família Sinclair. Uma família rica, tradicional e que,  mesmo guardando inúmeros segredos, mesmo tendo muitas brigas e desentedimentos entre seus membros, faz questão de mostrar a todos que é uma família perfeita.

E todo o verão Cadence viaja para a ilha de propriedade de seu avô para passar o verão com suas tias, sua prima Mirren, o primo Johnny e o amigo dele, Gat. O grupo formado por ela e os primos foi apelidado pela família de "Mentirosos".

No verão dos seus 15 anos, Cadence sofre um acidente misterioso, perdendo parte da memória e passa a sofrer de dores de cabeça terríveis. Depois do acidente, fica 2 anos sem ir até a ilha e quando retorna, reencontra seus primos e Gat, o amor de sua vida e tenta entender o que aconteceu a ela, naquele verão há dois anos.

Nunca havia lido nada da autora, e gostei demais do livro. A narrativa é toda poética, a leitura é fácil e a ânsia de chegar ao final fez com que eu não largasse o livro nem por um instante. 
O livro é narrado em primeira pessoa, pela personagem Cadence e à medida que vamos lendo, é impossível não sofrer junto com ela, não sentir o que ela sente, não amar Gat da forma como ela ama, e tentar descobrir o que realmente aconteceu na noite do seu acidente.

Mesmo sendo um livro de ficção, à medida que ia lendo sobre a família de Cadence, a forma como todos faziam questão de parecerem perfeitos aos olhos dos outros, percebi o quanto isso é parecido com a realidade de muitas famílias. Da mesma forma, a questão dos dramas de Cadence, de adolescente. Sua certeza sobre seu amor por Gat, mas em contrapartida, sua insegurança sobre o que ele realmente sente por ela.

O final da história é surpreendente. Eu JAMAIS iria imaginar aquele final. Nunca, nunca mesmo. E sinceramente, gostei demais. É chocante, surpreendente e foi isso que me fez virar fã da autora. Adoro finais inesperados.
Recomendo muito a leitura!


Pré-estreia - O Melhor de mim


Sinopse: Adolescentes, Amanda (Liana Liberato) e Dawson (Luke Bracey) se apaixonam. O pai da garota não aprova o relacionamento e, com o passar do tempo, os jovens acabam se afastando e tomando rumos diferentes. Duas décadas mais tarde um funeral faz com que os dois (Michelle Monaghan e James Marsden) voltem à cidade natal e se reencontrem. É o momento de ver se os sentimentos persistem e avaliar as decisões que tomaram na vida.Sinopse: Adolescentes, Amanda (Liana Liberato) e Dawson (Luke Bracey) se apaixonam. O pai da garota não aprova o relacionamento e, com o passar do tempo, os jovens acabam se afastando e tomando rumos diferentes. Duas décadas mais tarde um funeral faz com que os dois (Michelle Monaghan e James Marsden) voltem à cidade natal e se reencontrem. É o momento de ver se os sentimentos persistem e avaliar as decisões que tomaram na vida.

Esta semana o blog foi convidado pela Editora Arqueiro para assistir a pré-estreia do filme "O melhor de mim", inspirado no livro com o mesmo nome, de Nicholas Sparks
A exibição da pré-estreia foi hoje, em um shopping aqui em São Paulo, e infelizmente, como tinha exames de rotina agendados, não pude ir. Mas ofereci o ingresso pra uma amiga, que foi e AMOU o filme!!!

Abaixo, as palavras da Mariana Diegues (a amiga que foi assistir o filme):

O filme é tão lindo que dá vontade de trocar de lugar e entrar na história, só pra sentir o que eles demonstram. O final é totalmente inesperado e agora estou doida pra ler o livro!!
E olha, ela chorou muito durante o filme, hein!! Fiquei com uma vontade imensa de assistir. Mas antes, vou ler o livro.
O filme estréia dia 30 de outubro, e abaixo, o trailer oficial:


Já tinha assistido o trailer do filme, no encontro de blogueiros da Arqueiro, lá na Bienal e achei lindo demais. Pretendo assistir em breve!!!

Redes Sociais

Pesquisar

Facebook

Receba as novidades

Assista ao último vídeo

Publicidade

Siga no Bloglovin

Arquivo

Blog Parceiro

Estatísticas