INÍCIO QUEM SOMOS RESENHAS CONTATO/POLÍTICAS LIVROS LIDOS EM 2014 ANUNCIE

Filme: Transformers 4 - A Era da Extinção

Título Original: La Belle e la Bête
Lançamento: 2014
Direção: Michael Bay
Elenco: Mark Wahlbegr, Stanley Tucci, Kelsey Grammer
Gênero: Ação, Ficção Científica

Sinopse: "Alguns anos após o grande confronto entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg) encontra um caminhão abandonado, ele jamais poderia imaginar que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Muito menos que, ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, Cade e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entrariam na mira das autoridades americanas."

Eu nunca fui muito fã de Transformers, na verdade eu nunca tinha assistido nenhum filme da franquia no cinema até agora. Apesar de achar eles um bom tipo de entretenimento com uma boa quantidade de ação, eu nunca me senti aquela ansiedade por assistir como acontece, por exemplo, com os filmes da Marvel. Mas acontece que voltei para a minha cidade durante as férias, o cinema 3D tinha acabado de inaugurar por aqui e o namorado queria muito ver. Então eu fui assistir e confesso que curti mais do que esperava. 

Após a guerra entre os Autobots e Decepticons, os humanos, principalmente aqueles que estão no poder, passaram a temer qualquer envolvimento com desavenças alienígenas e como elas podem significar o fim da nossa raça. Sendo assim agora os gigantes robôs alienígenas desapareceram para fugir daqueles que os estão caçando. 
Cade (Mark Wahlberg) é um mecânico que adora construir coisas novas a partir de máquinas antigas e acabadas e é assim que ele acaba comprando um velho caminhão. O que ele nunca imaginaria é que o veículo é, na verdade, Optimus Prime e que com isso ele vai acabar envolvendo ele e sua filha, Tessa (Nicola Peltz), no meio dessa nova guerra. 

Acho que o grande problema dessa franquia são os personagens, mais precisamente os atores escolhidos para interpretá-los. Dessa vez, porém, não posso dizer que desgostei completamente do protagonista feito pelo Mark Wahlbegr. Ele se encaixa bem no papel, convence e traz para as cenas o que se é necessário em um protagonista, mas, ao mesmo tempo, não consegue ser tão bom assim ao criar uma conexão com o telespectador. Outra exceção para mim é o Stanley Tucci, o seu papel não é o dos melhores, mas eu simplesmente amo o ator, já que ele está em dois dos meus filmes favoritos (Julie & Julia e O Diabo Veste Prada. Eu sei, não me julguem) e em vários outros que eu gosto muito, e é impossível para mim deixar de gostar do seu trabalho.
Mas todos os outros atores deixam muito a desejar na construção dos seus personagens. Achei interessante, por exemplo, que a garota nesse filme seja a filha do protagonista e não seu interesse amoroso, isso muda um pouco a dinâmica das coisa. Mas mais uma vez eles obviamente escolhem uma atrás por causa da sua aparência física e não por sua atuação, a personagem da Nicola Peltz é rasa e não consegue passar as emoções como deveria. 
Eu considero esse o maior problema da franquia como um todo porque ele traz personagens que lutam pela sobrevivência, mas que não tem o carisma suficiente para fazer o telespectador se importar com eles. Vocês também conseguem enxergar a distorção nisso?

Por outro lado, não tenho nada do que reclamar da ação ou do enredo como um todo. Gostei bastante que do quanto a estória se movimentou, da várias reviravoltas. Além disso as cenas de ação são muito bem feitas e eletrizantes de verdade, tanto que chega a ser até um pouco demais depois que o filme acaba. Ele é longo, tem quase três horas de duração, sendo que oitenta por cento dele é construído de cenas de ação. Então por mais que todo esse tempo tenha sido positivo para o desenvolvimento de todos os plots necessários, também preciso confessar que quando acabou eu fiquei aliviada por finalmente poder respirar. Então fica a dica, se for escolher o 3D lembre-se que são quase três horas de coisas voando na sua cara e isso pode ser um tanto quanto cansativo. 

Mas, como um todo, eu gostei bastante de Transformers 4. Ele não mudou a minha visão pela franquia, não me fez ansiar pela continuação - que com certeza vem -, mas me deu horas de diversão e me fez gostar do que estava assistindo. Se é isso que você procura, não vai se decepcionar. 


Seis Anos Depois - Harlan Coben

Título Original: Seis Anos Depois
Autor: Harlan Coben
Número de páginas: 272
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412536
 Ano: 2014
Nota:  

Sinopse: Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada. Em Seis Anos Depois Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde.
 


Quem me conhece também me conhece meu amor por Harlan Coben e seus livros. Sou fã alucinada, de carteirinha, de ter todos os livros na estante, de ler e reler, de comprar todos assim que são lançados, esse comprei o ebook porque o físico ainda se encontra em pré-venda, mas também já garanti o meu porque PRECISO ter na minha estante.
 
Jake é um professor universitário que conheceu o amor de sua vida em um retiro. Tempos depois, inesperadamente ela se casou com um antigo namorado, deixando Jake arrasado. Não só por ter se casado com outro, mas por pedir para que ele não a procure mais, não querendo nenhum tipo de contato. E ele, promete. E cumpre. Por um prazo de seis anos, até a morte do marido de Natalie. 
Quando resolve procurá-la e percebe que ela simplesmente desapareceu. Jake então inicia uma busca desesperada, sem fim, sem desistir. Precisa encontrar Natalie. Mas antes, precisa desvendar inúmeros mistérios que expliquem seu desaparecimento.

O  livro é narrado em primeira pessoa o que faz com que a gente participe da história como se estivesse dentro dela. E Jake me ganhou desde o início. Pelo amor que tem por Natalie (sim, sou romântica), por seu empenho em encontrá-la, por não desistir, mesmo quando tem sua vida ameaçada. Na minha opinião, esse é o livro mais romântico do Harlan que li até agora.

Uma leitura cheia de suspense, o que nos prende do início ao fim. Não é a toa que Harlan leva o título de autor dos leitores e madrugadas insones. Porque é impossível parar de ler. Quando a gente pensa que está conseguindo descobrir parte do mistério, ele nos surpreende. Fico de queixo caído com a criatividade, com a inteligência do autor em criar um final tão surpreendente e diferente do imaginado. Por isso sou tão apaixonada por Harlan Coben <3

Algumas pessoas dizem que o autor é repetitivo, que cria sempre as mesmas histórias. Mas não concordo. E mesmo que seus livros sigam a mesma linha, envolvendo mistério e suspense, ele tem sempre uma carta na manga, sempre inova, com finais surpreendentes, diferentes do que imaginamos.
Mais uma vez, um livro de Harlan Coben superou todas as minhas expectativas com sua narrativa envolvente. Li o livro em um dia, querendo chegar logo ao final, desvendar o mistério, mas ao mesmo tempo sofrendo, por ter que esperar pelo próximo livro do autor. 

Bom, vou limpar a baba. Porque falo de Harlan, como falo de meus filhos, sempre babando rs. Sou suspeita pra falar sobre os livros dele.
Se você ainda não leu nenhum livro do autor, leia esse. Vale muito a pena. Você vai amar.
Se já leu, sabe do que estou falando. Impossível não se surpreender com a escrita fantástica do autor.

E para quem é fã do Harlan Coben, assim como eu e a Juh, ele estará presente na Bienal do Livro aqui em São Paulo, no dia 23 de agosto, para o lançamento deste livro que acabo de resenhar!

Eu e a Juh estaremos lá, pra ganharmos o autógrafo do Harlan, um dos nossos autores preferidos.
E aí, vamos???!!! ;)


Maratona literária 3.0

Era para esse post ser em vídeo, mas ai eu travei a coluna fiquei duas semanas de repouso absoluto e não deu para gravar nada. E de quebra quase perdi o prazo de inscrição! Não tá fácil rs.

Pois bem, esse ano vou participar da Maratona Literária 3.0, e espero realmente conseguir bater a minha meta. Para quem não sabe do que se trata, olha a explicação:
A Maratona Literária foi desenvolvida com o propósito de quebrarmos um pouco a correria do dia a dia, e por pelo menos uma semana nos entregamos a essa paixão. A ideia começou lá no  Bout of Books, e recebemos o sinal verde em 2013 para podermos fazer uma versão desse desafio tão instigante.
 Serão sete dias rodeados de leitura que poderão nos dar oportunidade de desbravar novos universos, nos apaixonar por novos personagens e, de quebra, tentar diminuir aquela pilha de leituras pendentes que assombra qualquer leitor inveterado.
Conforme as edições anteriores a sua meta pessoal será definida por você!

O objetivo é se forçar a mudar o ritmo das suas leituras e desafiar a si mesmo. Se consegue ler 20 páginas poder dia, por que não tentar 40? Por que não tentar terminar 1 livro inteiro durante essa semana? Ou 2? Ou quem sabe até 10?

O número final não importa, somente a sua determinação em fazer da leitura um hábito cada vez mais presente na sua vida. Na Maratona, você também pode dividir as suas experiências com outros participantes, afinal, melhor do que ler é poder comentar com pessoas tão apaixonadas por livros como você.
A Maratona começa da 00:00 do dia 21/07 e termina  às 23H59 do dia 27/07!
O que eu mais gosto nessa maratona é que não tem nenhuma loucura, você faz a sua meta, de acordo com as suas condições. Por exemplo, essa semana eu trabalho das 9h às 19h, então preciso organizar meu tempo, já que tenho minha casa e meu marido. Como ainda estou com dores, vou me limitar a escolher apenas 3 livros, se conseguir realmente ler os três, vou ficar MUITO feliz. 

Os meus livros escolhidos são:

Silo, de Hugh Howey
Proposta Inconveniente, de Patricia Cabot
Infinity Ring 2: Dividir e Conquistar, de Carrie Ryan

Para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer, é só ficar de olho no twitter e na página do facebook  da Maratona. :)


Perguntinhas rápidas!

Oi gente! O post de hoje é bem rapidinho, só para pedir que vocês respondam essa enquete. São 9 perguntas bem simples e rápidas, que vão me ajudar a mudar algumas coisas aqui no blog. Em breve farei uma nova pesquisa, mas dessa vez mais aprofundada, no que vocês gostam ou não de ver por aqui. 
Vou amar se vocês puderem responder 

Para responder você pode acesse esse LINK ou usar o formulário incorporado logo abaixo:


Eu dei uma sumida porque machuquei a coluna e fiquei duas semanas de repouso absoluto. Então fiquem tranquilos que agora vou colocar tudo em ordem tá? Obrigada pelo carinho de sempre!

Pesquisar

Redes Sociais

Facebook

Assista ao último vídeo

Receba as novidades

Coloque o seu e-mail aqui e fique por dentro das novidades do blog (não se preocupe, eu NUNCA vou te enviar spam):

Siga no Bloglovin

Follow on Bloglovin

Arquivo

Blog Parceiro

Estatísticas