mm1 mm2 mm3mm4 mm5 mm6 mm7


24
dez 2014

ARQUIVADO EM: Literatura Tops

E o Natal chegou!

Para celebrar essa data tão linda, nada melhor do que uma seleção de livros com o tema natalino. O post deveria ter saído dias antes, mas como estávamos mudando o layout do blog, teve que esperar hehehe.

Selecionei alguns livros com essa temática, alguns eu já li, e alguns ainda não, mas quero muito ler. E pretendo passar a noite de hoje lendo algum deles. Vocês podem conferir a sinopse, capa e link no skoob logo abaixo.

1

1. O Natal de Poirot, de Agatha Christie | Skoob

Véspera de Natal. A reunião da família Lee é arruinada pelo barulho ensurdecedor de móveis sendo destroçados, seguido de um grito agudo e sofrido. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee está morto, numa poça de sangue, com a garganta degolada. Mas quando Hercule Poirot, que está no vilarejo para passar o Natal com um amigo, se oferece para ajudar, depara-se com uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas. Parece que todos tinham suas próprias razões para detestar o velho…

2. As Crônicas de Nárnia, de C. S. Lewis | Skoob

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal – o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia. Nos últimos cinquenta anos, As crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações.

3. O presente do meu grande amor, organizado por Stephanie Perkins| Skoob

Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve, presentes, árvores enfeitadas, luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite, vai se apaixonar pelo livro. Nestas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa se você comemora o Natal, o Ano Novo, o Chanucá ou o solstício de inverno. Casais de formam, famílias se reencontram, seres mágicos surgem e desejos impossíveis se realizam. O pessimismo não tem lugar neste livro, afinal o Natal é época de esperança.

 2

4. O Presente, de Cecelia Ahern | Skoob

Todos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, tem sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte, e, quando está em casa, com a esposa e os filhos, sua mente está, invariavelmente, em outro lugar.

Numa manhã de inverno, Lou encontra Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha. Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça de sapatos Loubotin com o rapaz de sapatos pretos…

Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego. Mas logo o executivo arrepende-se de ajudar Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, Gabe lhe fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber…

Quando começa a entender quem é realmente Gabe, e o que ele faz em sua vida, o executivo percebe que passará pela mais dura das provações.

Esta história é sobre uma pessoa que descobre quem é. Sobre uma pessoa cujo interior é revelado a todos que a estimam. E todos são revelados a ela. No momento certo.

5. Anjos à mesa, de Debbie Macomber | Skoob

Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável — especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de fim de ano da Times Square. Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por “acidente”, Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não? Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal… Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal.

6. Em casa para o Natal, de Cally Taylor | Skoob

Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.

Com Em Casa Para o Natal, Cally Taylor brinda o leitor com uma deliciosa comédia romântica que tem como pano de fundo o espetacular universo do cinema e os tempos festivos do Natal.

 

3

7. O Expresso Polar, de Chris Van Allsburg | Skoob

Na véspera de Natal, um menino ouve um barulho que vem do lado de fora de casa. Quando ele olha pela janela, descobre que há um enorme trem parado logo em frente: é o Expresso Polar, que irá conduzi-lo numa viagem de sonho e fantasia rumo ao Pólo Norte, residência oficial do Papai Noel. Marcado pela simplicidade da história e pelas magníficas ilustrações de Chris Van Allsburg, “O Expresso Polar” é um clássico natalino que nunca sai de moda, e que, apesar de ter sido lançado originalmente em 1985 e ter vendido milhões de cópias em todo o mundo, ainda hoje, quase vinte anos depois, é o atual nº 1 na lista dos mais vendidos do jornal New York Times.

8. Como o Grinch roubou o Natal, de Dr. Seuss | Skoob

Encarnado por Jim Carrey no cinema, o Grinch é um dos personagens mais conhecidos de Dr. Seuss. Nervoso e emburrado, esse monstrinho não quer deixar as festas de fim de ano acontecerem: “O Grinch odiava o Natal! A véspera e toda aquela função! Por favor, não pergunte por quê. Ninguém sabe a razão. Talvez porque ele tivesse um parafuso a menos. Talvez, quem sabe, seus sapatos fossem muito pequenos. Mas eu acho que o motivo mais correto é que ele não tinha o coração do tamanho certo. Mas, qualquer que fosse a razão, os sapatos ou o coração, ele ficava, na noite natalina, odiando a Quem-fusão. Olhando de sua caverna, com uma careta grinchenta e azeda, lá embaixo, na aldeia, as janelas acesas. Pois ele sabia que cada Quem daquele povinho estava ocupado, pendurando enfeites de azevinho.

9. Deixe a neve cair, de Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle | Skoob

 Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para insuspeitos encontros românticos. Em Deixe a neve cair, bem-sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. Comédia romântica com a assinatura de um dos maiores bestsellers da atualidade, o livro é o presente de Natal perfeito para os fãs de John Green e de histórias de amor e aventura.

10. Um conto de Natal, de Charles Dickens | Skoob

“Um Conto de Natal” do britânico Charles Dickens (1812-1870) é uma das histórias mais famosas da literatura ocidental. O enredo nos traz a figura de Ebenezer Scrooge, um avarento homem de negócios londrino, rabugento e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Scrooge não deixa que ninguém se aproxime e rompa a sua dura carapaça, preocupando-se apenas com os negócios, o dinheiro e os lucros. No anoitecer frio da véspera natalina, ele é visitado pelo fantasma de Jacob Marley (seu antigo sócio comercial, morto há sete anos) que o repreende e anuncia que Scrooge se prepare, pois será visitado por três espectros do seu próprio passado, presente e futuro… A história da redenção do velho Scrooge vêm comovendo adultos e crianças de todas as épocas.

 

Estou na dúvida se hoje leio Anjos à Mesa ou O presente do meu grande amor, os dois parecem ser bem fofos e leves. Mas e vocês, qual a leitura escolhida para o Natal?




22
dez 2014

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

E finalmente o Livros e blablablá esta de volta! Sentiram minha falta? (não vale dizer que não hein? hahaha).

Todo ano eu gosto de mudar a carinha do blog, inovar o layout e deixar mais funcional. No entanto, dessa vez não é só isso que quero mudar. Há algum tempo tenho sentido a necessidade de ampliar os assuntos do blog, ter um espaço para falar sobre coisas pessoais, sobre tudo o que eu gosto e me inspira, mas me sentia um pouco presa, com medo de mudar e não dar certo.

Só que, depois da pesquisa de opinião desse ano, eu percebi que vocês também gostariam dessa mudança, que ela seria bem-vinda. Isso me animou e motivou a preparar algo diferente para vocês.

Mas não se preocupem, o blog continua falando sobre a minha paixão maior: os livros. Continuamos com as resenhas (duas por semana), vídeos com recebidos e tags literárias, tudo do mesmo jeito. A diferença é que agora também falarei sobre outros temas, nos outros dias da semana. E minhas queridas Val Gouveia e Carol Della Torre continuam aqui, firmes e fortes!

Esse novo calendário editorial começa no ano que vem, mas eu não podia esperar mais para mostrar para vocês a nova roupinha do blog. <3

Claro que alguns ajustes ainda precisam ser feitos, é possível que vocês encontrem alguns posts desconfigurados, ou com links quebrados, mas estou ajustando tudinho, em breve tudo estará 100%.Livros e blablablá

Agora quero contar para vocês, quem tornou tudo isso possível. Contei com o trabalho de três pessoas maravilhosas: Jess Quirino Juliana Rabelo e Kiki (da Prelude).

Eu sempre usei a plataforma blogger, mas eu sentia necessidade de algo mais funcional. Apesar de gostar bastante do blogger, acho que ele é um pouco limitado. Então, contratei a hospedagem da Prelude, e amei! A Kiki é um amor de pessoa, responde muito rápido e tira todas as dúvidas, no maior bom humor. E olha que fiz algumas bobagens, e ela prontamente colocou tudo em ordem. Indico muito a empresa! O domínio eu mantive no UOL, que já era a empresa que eu utilizava.

Prelude

Para a programação e migração de plataforma, contei novamente com a Jess Quirino. Foi ela quem fez o meu blog anterior, e eu simplesmente adoro sua simpatia e profissionalismo. Foram MUITAS conversas por áudio no whatsapp, muitos detalhes e sugestões, e ficou tudo do jeito que que queria! A Jess é muito querida, eu indico com toda a certeza!

Jess Quirino

A ilustração foi feita pela talentosa Juliana Rabelo, eu já conhecia o trabalho da Ju, mas foi a Jeh Asato (Di Moça) quem me fez entrar em contato com ela. Acho que ficou tudo muito lindo, e a cara dessa nova fase do blog! A Juliana é muito atenciosa, e foi praticamente adivinhando o que estava na minha mente, estou apaixonada pelo trabalho dela. <3

Juliana Rabelo

Estou muito satisfeita com tudo! Quero agradecer à cada uma pelo carinho e dedicação com o blog. Vocês foram incríveis!

Mas me contem, vocês gostaram também?




16
dez 2014

ARQUIVADO EM: Cinema & TV

Título Original: Saving Mr. Banks
Lançamento: 2014 

Direção: John Lee Hancock
Elenco: Tom Hanks, Emma Thompson, Paul Giamantti
Gênero: Biografia, Drama, Comédia

Sinopse: Durante 20 anos, Walt Disney (Tom Hanks) tentou adquirir os direitos de Mary Poppins da escritora australiana P.L. Travers (Emma Thompson), que sempre se recusou a vendê-los para que Disney fizesse “um de seus desenhos bobos”. Entretanto, a crise financeira faz com que ela tenha que negociar. Desta forma, Travers viaja até os Estados Unidos e passa a trabalhar juntamente com a equipe escolhida por Walt Disney para que Mary Poppins possa chegar às telas. Minuciosa e com muita má vontade, ela começa a encontrar problemas de todo o tipo. Como o contrato lhe dá o direito de cancelar a cessão dos direitos caso não concorde com a adaptação, Disney e sua equipe precisam aceitar seus caprichos para que o filme, enfim, saia do papel.

Eu assisti muitos lançamentos e super produções, como Interestelar por exemplo, nessas últimas duas semanas, mas depois de ter assistido Walt nos Bastidores de Mary Poppins eu simplesmente senti que não poderia falar sobre qualquer outro para vocês. Eu amo estórias reais – quando não é um filme de terror porque né, sou mega medrosa – e estórias que se passam nos bastidores e quando vi o trailer eu simplesmente soube que ele era o meu tipo de filme. E acabou sendo tudo o que eu poderia esperar, me senti completamente envolvida pela vida da P.L. Travers e comovida ao ponto de derrubar muitas algumas lágrimas. 
 

Eu nunca assisti ao filme da Mary Poppins porque, por mais que me doa admitir isso, odeio assistir filmes antigos. Mesmo que seja um clássico, mesmo que todo mundo ame, existe um bloqueio em mim que me impede de ter uma vontade real de dar uma chance a eles. Mas isso não foi nenhum empecilho nessa caso porque consegui entender tudo muito bem, mesmo que eu saiba que com certeza deixei passar muitas referências. 
É claro que o filme não é cem por cento fiel à como tudo aconteceu, já que a Disney está contando a estória de uma pessoa que a odiava e que, mesmo depois de toda a sua interferência, ainda assim odiou o resultado final da adaptação. O filme mostra sim um pouco de crítica à exploração capitalista, mas é algo muito secundário já que o roteiro faz com que o grande receio da P.L. Travers na entrega dos direitos da sua estória seja por causa da sua ligação emocional com o que criou e não com o repúdio a sua transformação em algo comercial e apelativo.

A autora exigiu que todas as suas reuniões com os roteiristas e produtores fossem gravadas e é daí que veio grande parte do material utilizado na criação do roteiro para a parte do filme que mostra toda a contribuição – ou complicação – da P.L. Travers no desenvolvimento dele. O que faz com que, esse pedaço do filme em particular, seja muito fiel ao que aconteceu de verdade, mostrando toda a guerra entre ela e os responsáveis pela adaptação além de mostrar também muito da sua personalidade difícil, persistente e ranzinza. 
 
Mas a outra parte da estória conta um pouco da infância difícil da autora, que seria de onde ela tirou a inspiração para, no futuro, criar Mary Poppins. Sobre a sua vida eu não sei o quanto do que nos é contado no filme é verdade, mas acabou sendo algo pelo qual torci o nariz no começo e acabou fazendo toda a diferença no final. Esse foco no passado trouxe muito do drama do filme e foi muito importante para que nós estendêssemos de verdade a P.L. Travers e criássemos uma ligação emocional com a estória. 
 
O título original do filme, Salvando Sr. Banks em tradução literal, é muito mais coerente com a obra do que o título que temos no Brasil. (Sério, é tão difícil assim simplesmente traduzir o título? Precisam mesmo inventar um título completamente sem apelo e super longo?) O Walt Disney, interpretado aqui pelo Tom Hanks - uma escolha inteligente dos produtores -, não tem tanto destaque assim como esse título nos leva a crer já que o grande foco e o grande destaque da estória está na P.L. Travers que ganhou vida novamente pela ótima atuação da Emma Thompson. A atriz conseguiu trazer a tona todas as emoções necessárias nos momentos certos e mostrar sem medo a personalidade forte, taciturna e difícil da sua personagem ao mesmo tempo em que nos faz criar um laço real com ela. Para mim a Emma Thompson é um dos grandes, se não o maior, destaques do filme. 
 
Eu sei que Walt nos Bastidores de Mary Poppins não se apega a realidade e traz uma visão muito mais, leve, otimista e positiva do que o que verdadeiramente ocorreu. Mas eu não consegui não me apaixonar por esse filme e me sentir emocionada com a estória. Ela pode ser muito apelativa em certos momentos, é verdade, mas consegue encantar e prender quem está assistindo, além de fazer rir e chorar. Eu sei que esse não é um tipo de filme que agrada a todos, mas ele com certeza vale a chance. 




15
dez 2014

ARQUIVADO EM: Literatura

Reconstruindo Amélia
Autor: Kimberly McCreight 
Editora: Arqueiro

Número de páginas: 352

Avaliação: 5/5

Sinopse: Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição?
Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas. Amelia está morta. Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia. Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora? Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular: Amelia não pulou. Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página.
Comecei a ler o livro por indicação de uma amiga e acho que não era o momento e acabei parando. Durante minha última viagem, retomei a leitura e fiquei me perguntando porque foi que desisti de ler, quando peguei pela primeira vez.
Amélia é uma adolescente de 15 anos, que tem uma melhor amiga, estuda num dos melhores colégios de Nova York e tem excelentes notas. Kate, a mãe de Amélia é uma advogada bem sucedida, que trabalha num grande escritório. As duas vivem sozinhas, Kate é mãe solteira e nunca contou maiores detalhes para  Amélia sobre seu pai.
Tudo parece normal, quando Amélia começa a fazer perguntas sobre o pai, até então, Kate ainda acha que é apenas curiosidade e mesmo com medo de ter que contar a verdade, acaba seguindo em frente.
Até que recebe um telefonema da escola, pedindo que vá até lá e ao chegar, descobre que Amélia se jogou do telhado, se suicidando.
Kate fica completamente arrasada. Se afasta do trabalho e de todos, porém, quando acha que vai retomar a vida, recebe uma mensagem anônima no celular, dizendo que Amélia não pulou. Com isso, tudo muda e ela passa a investigar o que realmente aconteceu com a filha e quem causou sua morte.
A história é de tirar o fôlego, cheia de suspense. É um livro intenso, que nos leva a pensar sobre a vida. Me fez refletir sobre a vida. Sobre como mesmo presentes, acabamos deixando de conhecer o que realmente se passa na vida de nossos filhos, em suas mentes.
Essa leitura foi uma das melhores do ano. Enquanto não descobri o segredo, não consegui largar e fiquei tão tensa e curiosa, que acabei pedindo spoiler pra Naiara (obrigada Nai, pela indicação e por me ajudar com a curiosidade). Mas mesmo com o spoiler, continuei lendo e mesmo sabendo antecipadamente o que aconteceria, o final, as revelações, foram de tirar o fôlego.
A autora faz a narrativa entre presente e passado. Amélia e sua mãe Kate, são as pessoas que narram o livro. E a narração de Amélia acontece inclusive até o momento em que ela cai do telhado. E UAU!!!! Que momento “perfeito” a autora criou. Realmente emocionante. Como eu já esperava por isso, fiquei tensa e ansiosa, achando que não iria me chocar, mas me choquei assim mesmo, tamanha a intensidade do momento criado pela autora.
O livro aborda vários temas: bullying, homossexualidade, traição, amizade, decepções, intrigas. Contém mensagens via Facebook, SMS’s, e-mails, mensagens via Whats App e tem até um blog secreto, que revela os segredos mais constrangedores dos alunos do colégio.
Reconstruindo Amélia é um livro forte, intenso e que nos faz refletir muito sobre a vida, sobre o que acontece ao nosso redor e muitas vezes, não enxergamos. Recomendo muito!




11
dez 2014

ARQUIVADO EM: Tops
Dezembro é o mês que eu mais me sinto cansada, é como se a pressão do ano todinho chegasse agora. Quero dormir o tempo todo, e acabo lendo bem menos do o de costume (apesar de que o ano de 2014 todo foi fraco de leituras, mas tudo bem).
O que mais gosto de fazer no final do ano é deitar com o Diego e assistir a vários filmes. Sendo assim, resolvi separar para vocês os filmes que mais estou ansiosa para conferir em 2015 (até agora).
1. Busca Implacável 3 (Tak3n)
POR FAVOR chega logo janeiro! Eu já disse várias vezes que amo filmes de ação, que Liam Nesson é meu ator preferido e que Busca Implacável é o filme que eu mais gosto. Eu sei que muita gente não curte, mas eu AMO esses filmes, Quando vi que teríamos um terceiro (e último) filme fiquei muito empolgada. A previsão de lançamento é para 29 de janeiro de 2015, e já disse para o marido que esse eu faço questão de ver nas telonas.
 
2. De Volta ao Jogo (John Wick)
Filme de ação com Keanu Reeves = Juliana feliz.
Tenho certeza que será um filme cheio de clichês e cenas de tiros e explosões para todo o lado – do jeitinho que eu gosto. Não dá nem para explicar o tamanho da minha ansiedade. =D
3. Para Sempre Alice (Still Alice)
Já estou chorando só com o trailer. Juliane Moore é diva, e é raro um filme dela que eu não goste. Neste ela vive uma mulher bem-sucedida, casada com um homem maravilhoso e mãe de três filhos, que descobre ter a doença de Alzheimer. Já imaginaram o drama né? Previsão de lançamento para 26 de fevereiro de 2015.
4. O Sétimo Filho (Seventh Son)
Mais um com a Juliane Moore, porque sim, risos. E além dela temos Ben Barnes e Jeff Bridges. Os três num filme de fantasia e aventura, difícil não ficar bom. Estou apaixonada pelos efeitos especiais, espero que o filme todo seja tão bom quanto o trailer. Previsão de lançamento para 12 de março de 2015.
5. A Escolha Perfeita 2 (Pitch Perfect 2)
E por último, a continuação de um filme que eu gostei muito (acho que assisti umas mil vezes hahha). Amo música, e sem instrumentos então, acho simplesmente o máximo. Imagina o nível de dificuldade que é usar apenas a voz. Previsão de lançamento para 15 de maio de 2015.
Claro que existem muitos outros que com certeza quero assistir, mas esses foram os escolhidos da vez. Agora me contem, qual filme vocês estão mais ansiosos para conferir?




9
dez 2014

ARQUIVADO EM: Publicidade
Quem nunca guardou algo que provavelmente não iria mais utilizar, que atire a primeira pedra!
Eu confesso que vira e mexe faço algo do tipo. Seja um sapato lindo, mas que me machuca muito e com certeza não vou conseguir usar, ou aquele livro que eu já li e não vou reler (ou que ganhei dois exatamente iguais).
Quando recebi o convite da OLX, eu já sabia exatamente o que queria desapegar! Como vocês já sabem eu tenho muitos livros, e às vezes ganho de presente livros repetidos. É o caso dos dois primeiros livros da série Wicked Lovely, na mesma semana em que comprei, ganhei o mesmo livro! Eles já estão há um bom tempo paradinhos lá na estante, porque as capas são tão lindas que eu tinha dó de tirá-los de lá. Mas, na OLX, você desapega e ganha uma graninha extra! Ou seja, lucro certo, uma vez que você não paga nada para publicar o seu anúncio.
Para publicar um anúncio é muito simples, você não gasta nadinha com isso. Conforme fui fazendo o meu anúncio, tirei print para explicar certinho para vocês como funciona. Entre no site, clique em publicar anúncio e siga o passo a passo abaixo.

1. Selecione uma categoria:  Como meu anúncio são livros, escolhi a categoria Música, Arte e Lazer, é importante selecionar certinho, para que os compradores consigam visualizar o seu anúncio.

2. Escolha um título e insira as fotos:  Essa parte é muito importante, seu titulo precisa ser chamativo e autoexplicativo. Além disso, insira fotos reais do seu produto, para que o comprador possa ver com clareza o que está comprando. Eu tirei quatro fotos dos meus livros, para mostrar certinho a conservação deles.
3. Faça uma descrição e coloque um preço justo: Uma descrição precisa e caprichada também é muito importante. Na minha eu coloquei o nome dos livros, autora e editora. Expliquei o motivo do desapego e no final inclui a sinopse do 1º livro, para aqueles que não conhecem a história.
Você também precisa colocar um preço justo, nada de jogar o valor lá no alto, tem que ser um preço que realmente valha. Você pode dizer também se topa ou não negociar. Eu topo. ;)
4. Coloque suas informações pessoais: Preencha certinho com os seus dados, e coloque um e-mail que você sempre esteja verificando. Se preferir, pode colocar o seu telefone também, para o comprador entrar em contato.
5. Publique seu anúncio gratuitamente:  Prontinho, seu anúncio já está no ar para mais de 26 milhões de usuários! Agora é só esperar o contato dos compradores. :D
E ai, quer comprar?
Gostou? Então, agora, tire um tempinho aí e confira tudo aquilo que você tem em casa, mas que pode ser desapegado. Tenho certeza que você vai se surpreender com a quantidade, eu mesma já separei várias coisas para os próximos desapegos.
Desapegar é preciso, e na maioria das vezes, aquilo que não serve mais para nós, é exatamente o que o outro tem procurado. Criem seus anúncios gratuitamente, e não se esqueçam de me contar (e mandar os links nos comentários) para que eu possa dar uma conferida! ;)
Com a OLX, desapegou, vendeu!




9
dez 2014

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

Quando alguém me disse que depois dos 18 os anos passariam muito rápido e eu não perceberia, eu ri. Como isso era possível? Parecia que minha maioridade não chegava nunca.

Então eu cheguei aos 18 anos, e por mais ilógico que pareça, os anos seguintes voaram, e hoje completo 28 anos. Chocante. Não, não acho que estou velha, e nem estou me lamentando por isso. Mas estou num momento da minha vida onde o que mais tenho feito é refletir, sobre o que passou, e sobre como eu gostaria que os próximos anos fossem.
Se hoje eu pudesse mandar um recado para o meu “eu” de 15 anos, eu teria muitas coisas a dizer, alguns conselhos e dicas. Montei então uma listinha, com alguma das coisas que eu gostaria que a Juliana adolescente soubesse:
  • Use protetor solar, por mais morena que você seja, sua pele REALMENTE sofrerá as consequências.
  • Continue praticando exercícios físicos, seu joelho vai agradecer no futuro (e você provavelmente irá evitar uma cirurgia complicada, de recuperação lenta e dolorosa).
  • Coma frutas e verduras, acostume-se a isso agora! No futuro vai ser muito difícil.
  • Preste todos os vestibulares que quiser, para o curso de Letras. Não importa se seu pai não quer, ou se ele não vai pagar. DÊ UM JEITO! Evite que essa seja uma das maiores frustrações da sua vida.
  • Não faça faculdade de Enfermagem, por mais que nela você vá conhecer os melhores amigos do mundo, você não vai querer fazer isso para o resto da vida.
  • Aprenda a dizer NÃO o quanto antes, você vai precisar disso.
  • Não perca tempo com bobagens, servir a Deus (de verdade) vai ser a melhor coisa que vai te acontecer. Você nem imagina a grandeza do amor de Cristo por você, e o quanto Ele se importa.
  • Sim, você vai se casar com o seu primeiro namorado. Ele é a pessoa certa, vai ser o seu melhor amigo, a pessoa mais incrível que você vai conhecer. E não se preocupe, vocês vão se amar cada dia mais e as dificuldades só vão fortalecer esse amor. Pode confiar em mim. ;)
Sei bem que os próximos 10 anos vão passar tão rápido quanto os dez anos anteriores passaram. Espero  que eu ainda esteja por aqui, contando tudo para vocês no blog. Quem sabe eu já tenha feito uma nova faculdade, e tenha um ou dois filhos? Não dá para saber o que Deus me reserva.Sigo sonhando, trabalhando e orando para que os nossos sonhos (meus e do marido) possam se realizar. E acima de tudo, agradecendo a cada pequena conquista.Então é isso. Parabéns para mim. 




6
dez 2014

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal
E na terça-feira, dia 09 de dezembro, eu completo 28 anos! Aeeeeee! o/
Como sempre, gosto de fazer uma listinha de desejos, com aquelas coisinhas que eu mais quero no momento. Eu sempre quero um monte de coisas, é verdade, mas separei oito itens que estão sempre presentes na minha lista.
Ah, sou péssima com montagens, então desconsiderem a belezura abaixo hahaha, eu tentei!
1. Coleção Harry Potter e O livro do bem: Eu SEMPRE quis a coleção de HP, mas com as capas lindas originais. Ganhei a de capas brancas, mas meu sonho mesmo sempre foi essa aí. Acho a coisa mais linda!
2. Funko Pop Ariel e Ursula: Meu desenho animado preferido desde sempre, comentei aqui com vocês o quanto estou doida por um desses, vou começar a juntar dinheiro para poder comprar vários!
3. Celular LG G3: Eu gosto muito da LG e estou completamente apaixonada por esse celular, quero para ontem. Fiz um post aqui, mostrando cada detalhe do aparelho, que é repleto de funções bacanas.
4. Canecas: AMO canecas, adoro colecionar e quero todas as canecas do munda hahaha. Essa que coloquei aqui foi só para ilustrar, mas sempre que quero um caneca dou um pulo no site Loucos por Canecas, lá tem várias maravilhosas!
5. Blazer Preto: Desde o ano passado eu quero um blazer preto, e acreditem se quiser, ainda não comprei! Ainda não encontrei uma loja onde eu não precisasse deixar um rim para poder comprar. Se alguém souber de uma loja boa, com preço em conta, me avisa!
6. Perfume Egeo Doce: O meu preferido da vida. Tenho uma falha muito grande no olfato (devido à vários problemas, conto em uma outra hora), e esse é o único perfume que eu passo e continuo sentindo por um bom tempo, os outros eu não sinto nadinha, só se eu borrifar e imediatamente cheirar, triste, mas verdade. Fora que amo perfumes doces.
7. Bolsa Kipling: Adoro, acho lindas, práticas e resistentes, e meu sonho de consumo é uma dessas, na cor roxa! Um dia eu compro. :)
8. Vestido Branco: Sempre quis passar o ano novo de roupa branca, acho lindo, a cara da ryqueza. Mas, não sei o motivo, nunca comprei um dessa cor. Sempre escolho os coloridos, acho que com medo de acabar não usando o branco novamente, quem sabe. Mas eu adoraria passar o final desse ano de branco.

Tem mais um moooonte de coisinhas que eu adoraria comprar/ganhar de aniversário. Entre elas um cachorrinho (estou até sonhando com isso hahaha), mas como não tenho uma raça em mente – e já sei que não vou conseguir ter mesmo – não coloquei na listinha.
Mas me contem, qual é a listinha de vocês? Mais alguém faz aniversário em dezembro? *-*







ilustrações design e desenvolvimento