INÍCIO QUEM SOMOS RESENHAS CONTATO/POLÍTICAS LIVROS LIDOS EM 2014 ANUNCIE

Um caso perdido - Colleen Hoover

Hopeless  #1
Autor:  Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Número de páginas: 384
Avaliação:  

  
Sinopse: Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras... Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

Confesso que comecei a ler este livro sem grandes expectativas. Inclusive fiz mentalmente a piadinha com o nome do livro "espero que este livro não seja um caso perdido". Mas a autora de Métrica e Pausa, me surpreendeu. Aqui, abro um parênteses para dizer que não estava com grandes expectativas, porque diferente da maioria das pessoas não achei Métrica e Pausa tãoooooooooo grande coisa assim. Achei bons, mas não fantásticos.

Sky é uma garota de 17 anos, que tem uma melhor amiga, Six, prestes a embarcar para um intercâmbio. Diferente de toda adolescente, Sky vive completamente longe de toda e qualquer tecnologia, por imposição de sua mãe adotiva, Karen. E convive muito bem com isso.
Sky e Six são namoradeiras, porém, Sky nunca sentiu absolutamente nada, por nenhum dos garotos com quem namorou ou ficou. Até que conhece Holder, de forma totalmente inusitada (dentro de um supermercado).

Depois disso, a vida de Sky muda completamente. 

Tudo começa de forma bem boba. O que me levou a achar que ia me decepcionar com o livro, como tinha pensado antes de começar a ler. Mas nossa!!!!! A coisa começa a tomar uma proporção absurda, completamente diferente do imaginado por mim - e acho que por todas as pessoas que já leram o livro. O desenrolar é chocante, comovente, revoltante, intenso.

A autora foi tão perfeita, tão intensa que à medida que ia entendendo a trama toda, eu pensava "não, não pode ser. Ela não vai ter essa coragem". E ela teve. E a história me chocou. Fiquei revoltada, chorei, senti nojo, senti desprezo. Foi um misto de sentimentos.

A história é emocionante, faz chorar. Faz ter vontade de esganar um dos personagens pela crueldade. Faz odiar por ter feito o que fez e com quem fez. E faz sentir revolta por ter muitos no mundo cometendo os mesmos atos horríveis.
Mas a Colleen não faz a escrita de forma pesada, mas sim comovente. O tema é bem forte, mas a autora aborda tudo com muita delicadeza.

Foi um dos new adult mais intensos que já li. O que mais me agradou foi o suspense, a forma como a autora conseguiu levar a história até a grande (e terrível) revelação. A autora conseguiu inserir um tema polêmico de forma fantástica dentro da história. Adoro romances assim. Sim, o livro é MUITO romântico. Os personagens são apaixonantes, cheios de declarações, fofos demais!
A única coisa que não me agradou foi a capa do livro. Não consegui fazer a relação da Sky com a garota da capa do livro. Achei básica demais, simples. Na minha opinião, o livro merecia uma capa mais "intensa". 

Se você curte o gênero, leia o livro. E vá cheio de expectativas, porque não vai se decepcionar ;)


Álbum de casamento - Nora Roberts

Quarteto de Noivas #1
Autor:  Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 288
Avaliação:  

(Skoob)
Sinopse: Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

Li pouca coisa de Nora Roberts, mas sou apaixonada pela escrita da autora. Esse primeiro livro já deixou bem claro que com certeza vou amar todos os outros. 

A história começa em um prólogo fofo, onde Mac, Parker, Emma e Laurel ainda são crianças, e estão mais uma vez brincando de casamento. Essa sempre foi a brincadeira preferida das quatro amigas, que crescem e fazem dessa paixão uma profissão - criando a empresa Votos. Vamos então conhecendo cada uma delas e sua função na empresa. 

A protagonista da vez é Mac, a fotógrafa. Sua vida profissional é um tremendo sucesso, suas fotos - incríveis e cheias de sentimentos - estão estampadas em revistas especializadas, mas quando se trata de vida pessoal, a sua não é das melhores. Ela teve uma infância conturbada, seus pais são divorciados e sua mãe vive se apaixonando (e se casando) novamente. Para Mac o amor verdadeiro é inexistente e os casamentos não duram para sempre. Sua mãe consegue manipulá-se sempre, com lágrimas e dramas. Confesso que eu quis esganar a personagem durante toda a leitura, Nora Roberts conseguiu criar uma mãe que mais parecia uma adolescente mimada.

Quando Mac reencontra Carter Maguire fica clara a sua confusão, Carter tem tudo o que ela não costuma apreciar em um homem, e isso a assusta. E para piorar, Carter é um perfeito cavalheiro e está disposto a conquistar - e cuidar - de Mac. Carter é sem dúvidas o meu personagem favorito nesse livro, impossível não se apaixonar por ele, pelo menos um pouquinho. Ele é sem dúvidas o nerd mais fofo dos últimos tempos. 

"Queria simplesmente deixar para lá e registrar o acontecimento na lista dos Momentos Embaraçosos do Carter. Mas não conseguia parar de pensar nisso. Nela."

O amor vai transformando a vida de Mac, ela vai amadurecendo e aprendendo a lidar com seus traumas e feridas do passado, mas é bom dizer que o processo todo é bem complicado, já que Mac tem uma personalidade forte. A narrativa em terceira pessoa dá muito certo, pois assim não ficamos presos apenas ao ponto de vista de Mac, mas conseguimos saber o que se passa com Carter também. 

Ainda que o romance seja lindíssimo e tenha o destaque necessário, o ponto alto da história é o relacionamento das quatro amigas. Nora Roberts sempre faz questão de frisar os laços de amizade, Mac, Emma, Parker e Laurel não são apenas amigas e sócias, elas são "irmãs", elas vivem uma pela outra e fazem o que for preciso para que todas estejam bem. Isso não quer dizer que elas nunca briguem, ou se desentendam, mas até mesmo os pedidos de desculpas são carregados de emoção. 

"O amor assusta e, às vezes, é passageiro. Mas vale a pena correr os riscos e ficar nervosa. Até se machucar vale a pena."

Álbum de casamento é uma leitura rápida, fluída e simplesmente deliciosa, estou bastante ansiosa para ler o segundo livro, e dessa vez mergulhar na história de Emma (a florista). A capa e a diagramação estão caprichadas, o que deixou a leitura ainda mais fácil. Recomendo com toda a certeza! 

O segundo livro Mar de Rosas já foi lançado, e o terceiro Bem-Casados tem previsão de lançamento para 05/08


Filme: Transformers 4 - A Era da Extinção

Título Original: Transformers - Age Of Extinction
Lançamento: 2014
Direção: Michael Bay
Elenco: Mark Wahlbegr, Stanley Tucci, Kelsey Grammer
Gênero: Ação, Ficção Científica

Sinopse: "Alguns anos após o grande confronto entre Autobots e Decepticons em Chicago, os gigantescos robôs alienígenas desapareceram. Eles são atualmente caçados pelos humanos, que não desejam passar por apuros novamente. Quando Cade (Mark Wahlberg) encontra um caminhão abandonado, ele jamais poderia imaginar que o veículo é na verdade Optimus Prime, o líder dos Autobots. Muito menos que, ao ajudar a trazê-lo de volta à vida, Cade e sua filha Tessa (Nicola Peltz) entrariam na mira das autoridades americanas."

Eu nunca fui muito fã de Transformers, na verdade eu nunca tinha assistido nenhum filme da franquia no cinema até agora. Apesar de achar eles um bom tipo de entretenimento com uma boa quantidade de ação, eu nunca me senti aquela ansiedade por assistir como acontece, por exemplo, com os filmes da Marvel. Mas acontece que voltei para a minha cidade durante as férias, o cinema 3D tinha acabado de inaugurar por aqui e o namorado queria muito ver. Então eu fui assistir e confesso que curti mais do que esperava. 

Após a guerra entre os Autobots e Decepticons, os humanos, principalmente aqueles que estão no poder, passaram a temer qualquer envolvimento com desavenças alienígenas e como elas podem significar o fim da nossa raça. Sendo assim agora os gigantes robôs alienígenas desapareceram para fugir daqueles que os estão caçando. 
Cade (Mark Wahlberg) é um mecânico que adora construir coisas novas a partir de máquinas antigas e acabadas e é assim que ele acaba comprando um velho caminhão. O que ele nunca imaginaria é que o veículo é, na verdade, Optimus Prime e que com isso ele vai acabar envolvendo ele e sua filha, Tessa (Nicola Peltz), no meio dessa nova guerra. 

Acho que o grande problema dessa franquia são os personagens, mais precisamente os atores escolhidos para interpretá-los. Dessa vez, porém, não posso dizer que desgostei completamente do protagonista feito pelo Mark Wahlbegr. Ele se encaixa bem no papel, convence e traz para as cenas o que se é necessário em um protagonista, mas, ao mesmo tempo, não consegue ser tão bom assim ao criar uma conexão com o telespectador. Outra exceção para mim é o Stanley Tucci, o seu papel não é o dos melhores, mas eu simplesmente amo o ator, já que ele está em dois dos meus filmes favoritos (Julie & Julia e O Diabo Veste Prada. Eu sei, não me julguem) e em vários outros que eu gosto muito, e é impossível para mim deixar de gostar do seu trabalho.
Mas todos os outros atores deixam muito a desejar na construção dos seus personagens. Achei interessante, por exemplo, que a garota nesse filme seja a filha do protagonista e não seu interesse amoroso, isso muda um pouco a dinâmica das coisa. Mas mais uma vez eles obviamente escolhem uma atrás por causa da sua aparência física e não por sua atuação, a personagem da Nicola Peltz é rasa e não consegue passar as emoções como deveria. 
Eu considero esse o maior problema da franquia como um todo porque ele traz personagens que lutam pela sobrevivência, mas que não tem o carisma suficiente para fazer o telespectador se importar com eles. Vocês também conseguem enxergar a distorção nisso?

Por outro lado, não tenho nada do que reclamar da ação ou do enredo como um todo. Gostei bastante que do quanto a estória se movimentou, da várias reviravoltas. Além disso as cenas de ação são muito bem feitas e eletrizantes de verdade, tanto que chega a ser até um pouco demais depois que o filme acaba. Ele é longo, tem quase três horas de duração, sendo que oitenta por cento dele é construído de cenas de ação. Então por mais que todo esse tempo tenha sido positivo para o desenvolvimento de todos os plots necessários, também preciso confessar que quando acabou eu fiquei aliviada por finalmente poder respirar. Então fica a dica, se for escolher o 3D lembre-se que são quase três horas de coisas voando na sua cara e isso pode ser um tanto quanto cansativo. 

Mas, como um todo, eu gostei bastante de Transformers 4. Ele não mudou a minha visão pela franquia, não me fez ansiar pela continuação - que com certeza vem -, mas me deu horas de diversão e me fez gostar do que estava assistindo. Se é isso que você procura, não vai se decepcionar. 


Seis Anos Depois - Harlan Coben

Título Original: Seis Anos Depois
Autor: Harlan Coben
Número de páginas: 272
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412536
 Ano: 2014
Nota:  
Sinopse: Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada. Em Seis Anos Depois Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde.
Quem me conhece também me conhece meu amor por Harlan Coben e seus livros. Sou fã alucinada, de carteirinha, de ter todos os livros na estante, de ler e reler, de comprar todos assim que são lançados, esse comprei o ebook porque o físico ainda se encontra em pré-venda, mas também já garanti o meu porque PRECISO ter na minha estante.
 
Jake é um professor universitário que conheceu o amor de sua vida em um retiro. Tempos depois, inesperadamente ela se casou com um antigo namorado, deixando Jake arrasado. Não só por ter se casado com outro, mas por pedir para que ele não a procure mais, não querendo nenhum tipo de contato. E ele, promete. E cumpre. Por um prazo de seis anos, até a morte do marido de Natalie
Quando resolve procurá-la e percebe que ela simplesmente desapareceu. Jake então inicia uma busca desesperada, sem fim, sem desistir. Precisa encontrar Natalie. Mas antes, precisa desvendar inúmeros mistérios que expliquem seu desaparecimento.

O  livro é narrado em primeira pessoa o que faz com que a gente participe da história como se estivesse dentro dela. E Jake me ganhou desde o início. Pelo amor que tem por Natalie (sim, sou romântica), por seu empenho em encontrá-la, por não desistir, mesmo quando tem sua vida ameaçada. Na minha opinião, esse é o livro mais romântico do Harlan que li até agora.

Uma leitura cheia de suspense, o que nos prende do início ao fim. Não é a toa que Harlan leva o título de autor dos leitores e madrugadas insones. Porque é impossível parar de ler. Quando a gente pensa que está conseguindo descobrir parte do mistério, ele nos surpreende. Fico de queixo caído com a criatividade, com a inteligência do autor em criar um final tão surpreendente e diferente do imaginado. Por isso sou tão apaixonada por Harlan Coben <3

Algumas pessoas dizem que o autor é repetitivo, que cria sempre as mesmas histórias. Mas não concordo. E mesmo que seus livros sigam a mesma linha, envolvendo mistério e suspense, ele tem sempre uma carta na manga, sempre inova, com finais surpreendentes, diferentes do que imaginamos.
Mais uma vez, um livro de Harlan Coben superou todas as minhas expectativas com sua narrativa envolvente. Li o livro em um dia, querendo chegar logo ao final, desvendar o mistério, mas ao mesmo tempo sofrendo, por ter que esperar pelo próximo livro do autor. 

Bom, vou limpar a baba. Porque falo de Harlan, como falo de meus filhos, sempre babando rs. Sou suspeita pra falar sobre os livros dele.
Se você ainda não leu nenhum livro do autor, leia esse. Vale muito a pena. Você vai amar.
Se já leu, sabe do que estou falando. Impossível não se surpreender com a escrita fantástica do autor.

E para quem é fã do Harlan Coben, assim como eu e a Juh, ele estará presente na Bienal do Livro aqui em São Paulo, no dia 23 de agosto, para o lançamento deste livro que acabo de resenhar!

Eu e a Juh estaremos lá, pra ganharmos o autógrafo do Harlan, um dos nossos autores preferidos.
E aí, vamos???!!! ;)

Pesquisar

Redes Sociais

Facebook

Assista ao último vídeo

Receba as novidades

Coloque o seu e-mail aqui e fique por dentro das novidades do blog (não se preocupe, eu NUNCA vou te enviar spam):

Siga no Bloglovin

Follow on Bloglovin

Arquivo

Blog Parceiro

Estatísticas