mm1 mm2 mm3mm4 mm5 mm6 mm7


16
maio 2017

ARQUIVADO EM: Literatura

Autor: John Boyne

Título Original: This House is Haunted

Editora: Companhia das Letras

Número de Páginas: 296

Avaliação: 5/5

Onde Comprar:  Amazon | Americanas | Submarino

 

Sinopse: Até a morte do pai, a jovem Eliza levava uma vida privilegiada – se não em termos materiais, ao menos em carinho e proteção.

Determinada a deixar as lembranças tristes para trás e reconstruir sua história em outro lugar, ela vê a oportunidade perfeita em um anúncio de governanta, que busca alguém para cuidar das crianças de um casarão no leste da Inglaterra.

Mas ela nunca poderia suspeitar o que a aguardava nesse novo trabalho. Há uma presença maligna à espreita na casa, e Eliza se vê em uma guerra de nervos contra esse adversário desconhecido, invisível (e talvez imaginário), que a acompanha em todos os momentos com a aparente intenção de matá-la.

Conheço a escrita de John Boyne desde O Menino do Pijama Listrado, e estava acostumada com seu estilo, sempre abordando guerras e tragédias em seus livros de maneira menos chocante que o necessário.

No entanto, fui tomada por um sentimento de absoluta surpresa quando me deparei com a história de Eliza. Uma moça que se vê sozinha após o falecimento de seu pai e encontra no emprego como governanta, a oportunidade perfeita para refazer sua vida.

“Eu nunca tinha irmãos para tomar conta e ninguém que tomar conta de mim; nenhum primo cuja vida poderia me interessar e ninguém que se interessaria pela minha. Estava totalmente sozinha” (Página 38)

Em A Casa Assombrada, somos apresentados a um estilo novo do autor, algo nunca antes visto. As graciosas referências feitas à Charles Dickens, dão um toque todo especial a trama.

“Nunca ouviu falar de Um Conto de Natal?, perguntei, estupefata, pois o romance tinha sido um grande sucesso.

De Charles Dickens.

Não, senhorita. Não estou familiarizado com esse cavalheiro.” (Página 89)

 

O modo como ele conduziu essa história, as surpresas, reviravoltas e descrições de extrema precisão, fazem com que o leitor se sinta inserido naquela casa, participando ativamente de tudo o que acontece lá. É assustador!

“Gritei, erguendo as mãos para o céu, desesperada. Porque tinha sido incumbida de fazer aquilo? O que tinha para merecer aquele destino?” (Página 274)

John Boyne nos tira o fôlego nesse novo gênero e é incontestavelmente perfeito. Nesse livro sem igual, o autor nos remete a Inglaterra e seus casarões exuberantes, nos fazendo mergulhar de cabeça em uma história assombrosa e surpreendente.

Nessa homenagem às clássicas histórias de fantasmas do século XIX, o autor nos conduz para algo extraordinariamente original e envolvente, sendo impossível largar até a reviravolta final. Indico John Boyne de olhos fechados, ele é sensacional!




Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz

ilustrações design e desenvolvimento