mm1 mm2 mm3mm4 mm5 mm6 mm7


1
jan 2017

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

2017

Então finalmente é 2017. A meia noite passou, mas tudo continua do mesmo jeito, afinal de contas, não é o ano que muda, mas nós quem devemos mudar.

2016 foi um ano bom pra mim, não posso reclamar. As dificuldades vieram, mas com a ajuda de Deus eu consegui superá-las e aprender com cada uma delas. As minhas metas de começo de ano não se realizaram, muitas delas simplesmente porque não me organizei para que elas dessem certo, e outras porque a vida tomou um rumo diferente. Mas não importa, tenho mais 365 dias para fazer a diferença.

Este ano começou com algumas mudanças na nossa (marido e eu) maneira de pensar, algumas coisas que pensávamos estar totalmente fora dos planos, começaram a ser pensadas com um pouco mais de atenção. As pessoas mudam, não é mesmo? Agora, na casa dos 30 anos, mudar e definir prioridades é preciso. O tempo não para.

Estou feliz e bastante empolgada, certa de que esse ano vai ser o meu ano, que vou arregaçar as mangas e dar o meu melhor para que isso aconteça! E vocês, também estão empolgados?



7
jul 2016

Oi gente, tudo bem com vocês?

Hoje eu apresento para vocês as novas colunistas do blog, que estarão sempre por aqui, trazendo conteúdos novos e interessantes. Foram muitas inscrições, e eu sou grata a cada um que se interessou em escrever no Livros e blablablá, mesmo sem remuneração. Queria muito ter espaço para todos!

A ideia de novos colunistas, faz parte das mudanças do blog, aquela minha vontade antiga de abranger novos assuntos e conteúdos diferenciados, com a ajuda das meninas, isso vai se tornar mais fácil. Espero que gostem. 🙂

Agora vamos conhecer cada uma delas!

“Olá leitores lFoto Lindsayindos, tudo bem?

Eu sou a Lindsay Leão e a partir de hoje também farei parte do Livros e blablablá! Já passei dos 30, sou católica, alagoana nascida em Maceió e paulistana de coração. Sou formada em Direito e desde sempre me interessei pelo universo literário. Sou cinéfila daquelas que faz maratona dos filmes do Oscar e se um filme me agrada, pode ter certeza que irei revê-lo milhões de vezes rsrsrs.

 As séries de TV são um novo e maravilhoso vício na minha vida, por isso estou aqui, para compartilhar com vocês as minhas percepções sobre livros, séries e filmes. Espero que gostem e divirtam-se comigo! Beijos e até mais.”

A Lindsay é leitora antiga do blog, daquelas que estão sempre presentes em todos os posts. Tenho um carinho enorme por ela, e fiquei imensamente feliz em saber que ela gostaria de participar do blog. Os posts da Lindsay serão sobre livros, filmes e séries.

Louca por Jesus. Historiadora apaixonada.FOTO KEITY

Viciada em filmes e séries. A música a mantém viva. A leitura a mantém sonhadora.

Com um pé no chão e outro nas nuvens, ela gosta de pensar que as fantasias dos livros que lê vão construindo um pouquinho mais dessa realidade que ela é…

Keity Barros é Co-criadora e redatora do Blog e Canal literário Universos de Papel.

As irmãs Kevelym e Keity são simpáticas e cheias de vida, as duas dividem o comando do blog Universos de Papel. Aqui no blog elas irão falar sobre séries e dicas sobre assuntos em gerais.

13183520_1706542989595361_1861187359_n(1)

Estudante de Direito que é apaixonada por tudo que não é realidade, mas que poderia ser.

Leitora na vida real, escritora em sonhos.

Kevelym Barros é Co-criadora e redatora do Blog e Canal literário Universos de Papel.

 

 

Em breve vocês verão os posts das meninas por aqui. Caso tenha algo diferente que vocês queiram ver por aqui, é só me falar! 😉



27
jun 2016

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal Vídeos

agoraeparaficarEu sempre digo que vou voltar a gravar, que estou com várias ideias, mas no final das contas eu não apareço. Ou então eu gravo um vídeo e depois nunca mais. É, eu tenho dificuldade para me programar, eu acumulo funções e quero abraçar o mundo todinho. Quero cuidar do blog, gravar vídeos, editar, trabalhar na secretária da Wizard, dar aulas de inglês, cuidar da casa, do marido e da célula (pequeno grupo de reuniões semanais da minha igreja). Como é de se imaginar, eu não consigo, claro. Eu choro, me frustro e acho que sou incapaz de finalizar meus projetos. Não é um sentimento bom.

Pois bem, esse ano eu prometi para mim mesma que iria mudar meu comportamento, que em algum momento eu teria que ter tempo para fazer o que eu amo. E que se eu realmente voltasse a gravar, seria para fazer direito. Então aqui estou eu, dando um novo começo ao canal e ao blog.

A primeira decisão foi mudar, sim, mudar. Eu precisava me libertar da categoria exclusiva: literário. Eu AMO literatura, amo falar sobre o assunto e pesquisar sobre ele, com certeza! A diferença é que isso não vai me definir, de agora em diante eu falarei sobre o que eu tiver vontade, tudo aquilo que eu gostaria de também assistir. Vão ter novos vídeos sobre cinema, decoração, comportamento, tags, favoritos e os vídeos literários que vocês já estão acostumados. \o/

Espero muito que vocês se animem e participem do canal, com sugestões e críticas. E para minha alegria, agora os vídeos serão editados pelo estúdio Vox & Serafin, um estúdio que eu recomendo de olhos fechados, pois conheço de perto o casal que o comanda, e os amo demais. Praticamente um trabalho em família rs. A partir do dia 03/07 os novos vídeos estarão no ar. Teremos vídeos novos toda quarta e domingo! Não é maravilhoso ter um dia certinho para conferir os vídeos? Aproveita para se inscrever, e não perder nenhum vídeo. 😉

Eu voltei, e agora é para ficar. 🙂

Ps: Não sei de quem é essa imagem linda do inicio do post, se alguém souber o crédito, por favor me avise.



16
maio 2016

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

freelance

Vocês já devem ter percebido que os post aqui no blog não tem a frequência de antes, não é mesmo? Eu sempre gostei de postar de segunda à sexta, para que vocês sempre tivessem conteúdo novo por aqui, mas esse ano não consegui me organizar. 

Sendo assim, mais uma vez vou abrir espaço para colunistas. As resenhas de livro continuam por minha conta, mas tenho espaço para cinema, música, beleza, textos/crônicas e etc.

  • Quantas vagas existem?

Pretendo abrir duas vagas, com posts semanais ou quinzenais, isso será combinado de acordo com a possibilidade do colunista.

  • Como serei avaliado?

O interessado deve mandar um e-mail para contato@livroseblablabla.com, como nome, idade, cidade e tema que gostaria de abordar. Além disso, eu peço que mande um texto de sua autoria, relacionado ao assunto de sua escolha.

  • Quanto vou receber?

Infelizmente o blog é só um hobby, não é minha fonte de renda. Então, quem se interessar em escrever, tem que ser por amor mesmo. Caso um dia essa situação mude, com certeza ficarei feliz em remunerá-los. 🙂

  • Até quando posso enviar o meu e-mail?

Até o dia 31 de maio. 

Obrigada à todos, espero em breve ter novos colaboradores e conteúdo para vocês!



29
fev 2016

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

tristeza

Eu sumi, por 10 dias. Não dei nenhum sinal de vida, e mal estive presente em redes sociais, salvo um post ou outro já programado. Uma pessoa muito querida descobriu-se doente, precisou fazer uma grande cirurgia, ficou em coma e infelizmente faleceu. Tudo isso em cerca de 25 dias.  

Sempre acreditei que ela fosse se recuperar. Mesmo durante o seu coma, eu tinha fé que ela acordaria a qualquer momento e nos brindaria com seu sorriso, sua marca registrada. Eu continuei orando e crendo até o último momento, mas a vontade de Deus não era a minha. Na segunda-feira passada (22/01) ela se foi.

Confesso que me abalei profundamente com a situação, e preferi dar um tempo. Não, ela não era minha parente de sangue e nem nos víamos todos os dias, mas ela era especial para mim. Seu bom humor, seu sorriso contagiante e sua maneira leve de levar a vida eram contagiantes, ela era o tipo de pessoa que fazia todos aos seu redor felizes. Era uma boa mãe, uma boa irmã e uma boa amiga. Foi imensamente triste acompanhar o sofrimento de seus filhos.

Esse acontecimento me fez pensar no quanto a vida é efêmera. Um dia você está aqui, no outro simplesmente pode não estar. Não existe um aviso. Me fez ver que eu preciso curtir minha família e deixar bem claro o quanto os amo hoje, pois o amanhã talvez não chegue. Quando menos se espera, pode ser a hora de dizer adeus.

Enfim, peço desculpas pelo sumiço prolongado, aos poucos volto à ativa por completo. Espero que vocês possam entender, e continuar por aqui. <3



1
fev 2016

Eu sempre fui uma criança isolada, não brincava na rua, não frequentava a casa de amigas (com exceção da casa da minha prima, Maiara), não socializava. Meus pais se separaram quando eu completei 8 anos, e achei natural passar a maior parte do tempo em casa, com a minha mãe. No entanto, eu era ativa, criativa e amava brincar sozinha, com as minhas Barbies. Meu amor pela boneca alta, magra, loira e de cabelos lisos era imenso, eu ficava alucinada sempre que ganhava um novo item. Não existia limites para as histórias que eu criava.

barbie-novos-corpos-002

No entanto, eu não era loira e nem tinha os cabelos lisos e maravilhosos. Nas minhas histórias eu era como ela, mas na vida real eu passava bem longe disso, meus cabelos enrolados e rebeldes e minha pele mais escura eram motivo de trastorno. Na escola, de acordo com os colegas que praticavam bullying comigo, eu era a “preta feia e pobre”, e quando chegava em casa e olhava para as minhas bonecas, eu tinha certeza de que eles estavam certos.

Minha coleção de Barbie era o meu refúgio, com elas eu podia sonhar ser o que eu quisesse, ainda que as pessoas à minha volta fizessem questão de dizer que eu não podia ser nada daquilo. Eu era veterinária, médica, advogada, bailarina e o que mais eu quisesse. Com o tempo, a Mattel investiu em novas etnias da boneca, e eu comecei a me identificar verdadeiramente com elas.

Mas, semana passada – depois de muitos anos sem brincar de Barbie -, eu senti uma vontade inexplicável de retomar a minha coleção quando vi a novidade da Mattel. A Barbie não é mais apenas loira, magra, curvilínea e gostosona. Agora existirão três novos modelos de corpos: Curvy (curvilínea), Petite (baixinha) e Tall (alta). \o/

barbie-novos-corpos-003

Teria sido incrível, na minha infância, comprar uma boneca que se parecesse comigo, ou então com as minhas amigas! Eu não tive essa oportunidade, mas as crianças de agora terão. Se você tem a pele mais escura, cabelos negros e enrolados (como eu) vai encontrar uma Barbie como você! E também se você for baixinha, tiver uma barriguinha saliente, e por aí vai.

barbie-novos-corpos-005

Claro que a Mattel não fez isso apenas por terem um bom coração e entenderem as necessidades das crianças, é uma estratégia de marketing, já que as vendas da boneca caíram bastante devido as bonecas concorrentes (Monster High, por exemplo). Mas, mesmo assim, eu fico muito feliz! Marketing ou não, essa nova coleção é um grande passo para a quebra dos padrões de beleza! As bonecas serão comercializadas a partir de março, nas lojas Ri Happy, confesso que já quero comprar todas. 🙂

E você? O que achou dessa nova coleção? Qual era a sua brincadeira preferida na infância?



12
jan 2016

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

Todo mundo tem uma blogueira preferida né? Aquela que você se identifica muito, e que se pudesse conhecer pessoalmente, provavelmente seriam amigas. 

A minha preferida sempre foi a Jéssica Flores, do Borboletas na Carteira. Acompanho o blog dela desde 2010 (ela começou em 2009) e sempre me identifiquei muito com o jeito dela. A Jéssica é uma pessoa simples, bem gente como a gente. Ainda que ela sja conhecida e esteja sempre em eventos bacanas, a simplicidade é sua característica mais marcante para mim. Além disso, a Jéssica também gosta muito de ler e vira e mexe faz um vídeo sobre o assunto (o canal dela é muito bom, uma delicia de ver todos os vídeos).

borboletas-na-carteira

Então, foi muito importante para mim quando tive a oportunidade de ter uma coluna no blog dela, sobre Cinema e TV. Fiquei MUITO feliz, afinal de contas, eu escreveria no meu blog preferido! 

Até agora já escrevi dois posts, o primeiro sobre a série Jéssica Jones, que eu recomendo muito para todos vocês, e o segundo sobre as estreias de 2016 que eu mais quero conferir no cinema (no primeiro semestre. Seria muito importante para mim se vocês passassem por lá para conferir os posts, e deixar um comentário, caso gostem. 

jessica-jones-marvel-serie

pride-prejudice-zombies

Todo começo de mês, vocês vão encontrar um post novo meu por lá (sempre perto dia 10), com dicas de filmes e séries que eu recomendo, e novidades sobre o mundo do cinema. Espero muito que gostem, e me acompanhem por lá também!

Obrigada pelo carinho e apoio de sempre, vocês são incríveis! <3



4
jan 2016

ARQUIVADO EM: Blog & Pessoal

metas-2016

E hoje, finalmente 2016 começa para mim. Hoje é dia de voltar a trabalhar, voltar a dieta, organizar a casa, a agenda e programar a vida.\o/

Eu estive de férias, durante 15 dias, e estava animadíssima para gravar vídeos, preparar posts e deixar muito conteúdo pronto para vocês. No entanto, a vida (essa caixinha de surpresas) mudou toda a minha programação e todos os meus planos foram por água baixo. Meu marido adoeceu, e toda a minha atenção ficou voltada para ele, foram 15 dias de férias, que não se pareceram em nada com férias, noites mal dormidas e preocupações. Agora ele está em tratamento, mas o remédio é bem forte e ele passa o dia sonolento, então continuo na expectativa para vê-lo 100% bem. Sigo firme crendo que Deus tem um propósito para tudo. 

2015 foi um ano bem mais ou menos, não posso dizer que foi ruim, pois nada de realmente grave aconteceu, mas também não posso dizer que foi ótimo, porque nada do que eu planejei deu certo, risos. Foi aquele ano que veio, passou e eu agradeci a Deus por eu ter sobrevivido à ele. Ufa!

Sempre que um ano novo se inicia, eu me sinto mais disposta à mudar, a fazer coisas que eu já queria, mas nunca coloquei em prática. Sendo assim, essa é a hora de colocar as metas no papel e tomar vergonha na cara para executá-las direitinho!

1. Ter um tempo especifico com Deus. Para mim, oração e leitura da palavra são essenciais, e em 2015 eu senti falta de ter um tempo só com o Senhor, sem ser na correria. Sabe aquela hora que você se desliga de tudo? Então, é isso que eu quero esse ano.

2. Manter o foco na dieta e nos exercícios. Ainda faltam alguns quilos que pretendo perder, e a flacidez ainda é minha companheira. Então, 2016 tem que ser o ano da nova Juh, risos. 

3. Me organizar. Em 2015 eu não fui uma pessoa muito organizada, senti que não consegui dar o melhor de mim em tudo o que eu fazia, e o motivo foi claramente a desorganização. Já falei sobre assunto aqui e aqui, e preciso voltar a seguir as minhas próprias dicas. 

4. Guardar dinheiro para viajar. Como a maioria das pessoas, eu AMO viajar. É sem duvidas a minha atividade preferida. Mas, isso demanda dinheiro né? E dinheiro, não temos visto tanto por aqui hahaha. Já disse para o marido, PRECISO viajar esse ano, não importa para onde, mas tenho que sair um pouco daqui. Estou orando para conseguir guardar o dinheiro e realizar esse pequeno prazer.

5. Me dedicar mais ao blog. Eu sou muito dedicada ao meu trabalho (na Wizard), mas quero muito ser dedicada assim ao blog também, eu já fui muito dedicada há algum tempo, quero voltar a ser esse ano. 

6. Ser uma pessoa melhor. Eu me considero uma pessoa boa, me preocupo com o próximo e faco de tudo para ajudar quando precisam. Mas sabe quando você sente que dá para melhorar? Eu acho que posso fazer ainda, posso ser um ser humano melhor, só preciso aprender como. 

Então é isso, são metas simples e fáceis de executar (se eu me dedicar à isso), mas é sempre bom colocar no papel né? E vocês, quais as metas que vocês pretendem executar em 2016?



24
nov 2015

No final de agosto, eu fiz um post contando para vocês sobre os meus novos hábitos, exercícios, alimentação e etc. Três meses se passaram e eu recebi alguns e-mails perguntando se eu ainda estava na dieta, se tinha conseguido emagrecer, e se sim, como eu estava lidando com as mudanças nessa fase “fitness”. Sendo assim, resolvi contar para vocês como as coisas estão.

Eu tinha decidido não postar mais sobre isso, até o momento em que eu achasse que meu corpo estava do jeito que eu queria, mas então eu percebi que a caminhada é longa, e as coisas são bem mais difíceis do que eu pensava hahaha. 

emagrecimento-dieta

Eu não emagreci nem a metade do que eu queria, e confesso que isso me deixou bastante frustrada. Foram somente quatro quilos. Em três meses dava para ter emagrecido mais, já que quase nem como gordices. Perdi 5 cm de cintura e 3 cm de quadril, isso até que eu achei bom, esses 5 cm fizeram bastante diferença na minha silhueta. O problema que eu detectei é a falta de um direcionamento correto na dieta, a consulta com a nutricionista ficou marcada para o dia 30/11, o que quer dizer que até agora eu comi por conta própria, eu decidi quais alimentos seriam legais. E bem, eu não entendo nada de alimentos, então com certeza faltam muitos nutrientes e um direcionamento correto.

A pedido do marido, eu fui ao médico e contei que tinha mudado meus hábitos e estava empenhada em emagrecer e mudar de vida, ele então me passou muitos exames, para verificar se tinha algum probleminha de saúde que poderia me atrapalhar, se eu precisava de alguma vitamina, etc. Os exames foram para São Paulo, e ficaram prontos ontem, assim que eu souber eu aviso. 

medico-dieta

Eu me exercito no mínimo 3 vezes por semana, quando dá certo acabo indo de segunda à sexta, mas não é sempre que consigo. O meu treino é feito pelo meu amigo e personal Thiago Matos, que tem sido maravilhoso comigo, ele está por dentro dos meus problemas e entende as minhas limitações, e o melhor de tudo, ele sabe a hora certa de exigir mais, o que faz toda a diferença. 

Quando eu sei que não vai dar para ir na academia, eu faço um treino em casa mesmo. No momento estou usando o aplicativo da BTFIT, e estou gostando MUITO (o aplicativo só é grátis por 30 dias, depois tem que pagar uma mensalidade para continuar usando) O problema é que sem acompanhamento, às vezes você pode executar um movimento errado e se machucar. A atenção tem que ser redobrada.

app-btfit

Outra coisa que eu faço, para me manter animada é seguir no snapchat pessoas que também se exercitem e mostrem seus treinos e alimentação, assim eu fico mais motivada. O dia que acordo com aquela preguiça master, dou uma olha nos snaps dessas pessoas, e penso “se elas conseguem, eu também consigo”. As minhas preferidas são: Jéssica Flores (gflorees), Bella Falconi (bella.falconi), Fernanda Souza (eu.fesouza) e Gabriela Pugliesi (ga.pugliesi). Existem muitas outras, claro, mas essas são as que mais gosto.

Então é isso, não sou nem um exemplo de vida fitness, e nem pretendo ser, mas quero conseguir mudar meu corpo e minha saúde. Uma hora eu chego lá. \o/



25
ago 2015

corpo

Nunca me preocupei com peso, sempre fui muito alta e magra e enganei muito bem (lógico que de biquíni as coisas são diferente, mas ok). Comia sem culpa nenhuma, de tudo, toda hora. E claro, quando eu falo comia de tudo, quero dizer tudo aquilo que não faz bem nenhum, e vai direto para o quadril, porque comida mesmo (arroz, feijão etc) eu não sou a maior fã.

Quando eu me casei (aos 22 anos), ainda era muito magra, mas não fazia nenhum exercício físico.  Então veio a cirurgia no joelho, três meses totalmente acamada, e mais quase um ano andando de muletas me renderam algumas consequências desagradáveis. Engordei vários quilos e perdi praticamente toda a musculatura das minhas pernas, principalmente a direita (a do joelho operado).

Depois de finalmente ser liberada para praticar exercícios normalmente (com aquelas leves restrições, que são normais), o que eu fiz? Na verdade, o que eu não fiz: atividade física. Continuei a minha vida normalmente, afinal de contas, eu não era gorda, eu era um pouco flácida, apenas. #iludida

exercicio

O tempo foi passando e o meu peso aumentando, mas eu simplesmente não enxergava o que estava bem a minha frente. E não foi falta de incentivo não, meu marido se pudesse morava na academia, se tem uma coisa que ele ama é se exercitar. Eu não me achava magra, longe disso, mas eu achava que estava bom daquele jeito.

De janeiro de 2015 até agora, foram seis quilos adquiridos e que com certeza estão todos na minha barriga. Foi só há alguns dias, depois de tirar uma foto com uma colega de trabalho que realmente me enxerguei de verdade, que vi o que eu não tinha visto no espelho até então: a minha cara de bolacha Traquinas.

Fiquei em choque. Como é que eu ainda não tinha me dado conta disso? Como é que eu achei que comer leite condensado todos os dias e me alimentar de miojo, pão e leite era bacana? Nunca entenderei. Pois bem, aquela foto (que jamais será postada, desculpa Cris) foi um divisor de águas.

Você, que já me viu pessoalmente, pode estar pensando “nossa Ju, nem é tanto assim“. Pode não ser exagerado, mas está caminhando para se tornar. Então a hora de se posicionar e começar a repensar a minha vida é agora, pois já tenho 28 anos.

alimentação

Vou começar a comer apenas alface e ficar 3h por dia na academia? Não, claro que não. Estou indo aos poucos, sem radicalismo nenhum. Estou me exercitando diariamente, por pelo menos 40 minutos e comendo melhor. Cortei os doces durante a semana e o refrigerante, e apesar de não ser muito fã, estou comendo verduras e frutas.

O próximo passo é marcar uma consulta com a nutricionista e tentar adaptar um cardápio em que eu não quero estar morta toda vez que me alimento. Vai ser difícil, eu sei.

Confesso que já tentei mudar a minha vida algumas vezes, mas nunca tive o sentimento que tenho hoje, eu nunca achei que seria realmente necessário. Hoje eu sinto uma urgência, o alerta está soando bem alto, e a mudança depende única e exclusivamente de mim. Desejem-me boa sorte!

badge_post_01






ilustrações design e desenvolvimento