Posts marcados na categoria Saúde & Bem estar

24 nov, 2015

Emagrecer, uma jornada nada fácil

No final de agosto, eu fiz um post contando para vocês sobre os meus novos hábitos, exercícios, alimentação e etc. Três meses se passaram e eu recebi alguns e-mails perguntando se eu ainda estava na dieta, se tinha conseguido emagrecer, e se sim, como eu estava lidando com as mudanças nessa fase “fitness”. Sendo assim, resolvi contar para vocês como as coisas estão.

Eu tinha decidido não postar mais sobre isso, até o momento em que eu achasse que meu corpo estava do jeito que eu queria, mas então eu percebi que a caminhada é longa, e as coisas são bem mais difíceis do que eu pensava hahaha. 

emagrecimento-dieta

Eu não emagreci nem a metade do que eu queria, e confesso que isso me deixou bastante frustrada. Foram somente quatro quilos. Em três meses dava para ter emagrecido mais, já que quase nem como gordices. Perdi 5 cm de cintura e 3 cm de quadril, isso até que eu achei bom, esses 5 cm fizeram bastante diferença na minha silhueta. O problema que eu detectei é a falta de um direcionamento correto na dieta, a consulta com a nutricionista ficou marcada para o dia 30/11, o que quer dizer que até agora eu comi por conta própria, eu decidi quais alimentos seriam legais. E bem, eu não entendo nada de alimentos, então com certeza faltam muitos nutrientes e um direcionamento correto.

A pedido do marido, eu fui ao médico e contei que tinha mudado meus hábitos e estava empenhada em emagrecer e mudar de vida, ele então me passou muitos exames, para verificar se tinha algum probleminha de saúde que poderia me atrapalhar, se eu precisava de alguma vitamina, etc. Os exames foram para São Paulo, e ficaram prontos ontem, assim que eu souber eu aviso. 

medico-dieta

Eu me exercito no mínimo 3 vezes por semana, quando dá certo acabo indo de segunda à sexta, mas não é sempre que consigo. O meu treino é feito pelo meu amigo e personal Thiago Matos, que tem sido maravilhoso comigo, ele está por dentro dos meus problemas e entende as minhas limitações, e o melhor de tudo, ele sabe a hora certa de exigir mais, o que faz toda a diferença. 

Quando eu sei que não vai dar para ir na academia, eu faço um treino em casa mesmo. No momento estou usando o aplicativo da BTFIT, e estou gostando MUITO (o aplicativo só é grátis por 30 dias, depois tem que pagar uma mensalidade para continuar usando) O problema é que sem acompanhamento, às vezes você pode executar um movimento errado e se machucar. A atenção tem que ser redobrada.

app-btfit

Outra coisa que eu faço, para me manter animada é seguir no snapchat pessoas que também se exercitem e mostrem seus treinos e alimentação, assim eu fico mais motivada. O dia que acordo com aquela preguiça master, dou uma olha nos snaps dessas pessoas, e penso “se elas conseguem, eu também consigo”. As minhas preferidas são: Jéssica Flores (gflorees), Bella Falconi (bella.falconi), Fernanda Souza (eu.fesouza) e Gabriela Pugliesi (ga.pugliesi). Existem muitas outras, claro, mas essas são as que mais gosto.

Então é isso, não sou nem um exemplo de vida fitness, e nem pretendo ser, mas quero conseguir mudar meu corpo e minha saúde. Uma hora eu chego lá. \o/

25 ago, 2015

A cara de bolacha

corpo

Nunca me preocupei com peso, sempre fui muito alta e magra e enganei muito bem (lógico que de biquíni as coisas são diferente, mas ok). Comia sem culpa nenhuma, de tudo, toda hora. E claro, quando eu falo comia de tudo, quero dizer tudo aquilo que não faz bem nenhum, e vai direto para o quadril, porque comida mesmo (arroz, feijão etc) eu não sou a maior fã.

Quando eu me casei (aos 22 anos), ainda era muito magra, mas não fazia nenhum exercício físico.  Então veio a cirurgia no joelho, três meses totalmente acamada, e mais quase um ano andando de muletas me renderam algumas consequências desagradáveis. Engordei vários quilos e perdi praticamente toda a musculatura das minhas pernas, principalmente a direita (a do joelho operado).

Depois de finalmente ser liberada para praticar exercícios normalmente (com aquelas leves restrições, que são normais), o que eu fiz? Na verdade, o que eu não fiz: atividade física. Continuei a minha vida normalmente, afinal de contas, eu não era gorda, eu era um pouco flácida, apenas. #iludida

exercicio

O tempo foi passando e o meu peso aumentando, mas eu simplesmente não enxergava o que estava bem a minha frente. E não foi falta de incentivo não, meu marido se pudesse morava na academia, se tem uma coisa que ele ama é se exercitar. Eu não me achava magra, longe disso, mas eu achava que estava bom daquele jeito.

De janeiro de 2015 até agora, foram seis quilos adquiridos e que com certeza estão todos na minha barriga. Foi só há alguns dias, depois de tirar uma foto com uma colega de trabalho que realmente me enxerguei de verdade, que vi o que eu não tinha visto no espelho até então: a minha cara de bolacha Traquinas.

Fiquei em choque. Como é que eu ainda não tinha me dado conta disso? Como é que eu achei que comer leite condensado todos os dias e me alimentar de miojo, pão e leite era bacana? Nunca entenderei. Pois bem, aquela foto (que jamais será postada, desculpa Cris) foi um divisor de águas.

Você, que já me viu pessoalmente, pode estar pensando “nossa Ju, nem é tanto assim“. Pode não ser exagerado, mas está caminhando para se tornar. Então a hora de se posicionar e começar a repensar a minha vida é agora, pois já tenho 28 anos.

alimentação

Vou começar a comer apenas alface e ficar 3h por dia na academia? Não, claro que não. Estou indo aos poucos, sem radicalismo nenhum. Estou me exercitando diariamente, por pelo menos 40 minutos e comendo melhor. Cortei os doces durante a semana e o refrigerante, e apesar de não ser muito fã, estou comendo verduras e frutas.

O próximo passo é marcar uma consulta com a nutricionista e tentar adaptar um cardápio em que eu não quero estar morta toda vez que me alimento. Vai ser difícil, eu sei.

Confesso que já tentei mudar a minha vida algumas vezes, mas nunca tive o sentimento que tenho hoje, eu nunca achei que seria realmente necessário. Hoje eu sinto uma urgência, o alerta está soando bem alto, e a mudança depende única e exclusivamente de mim. Desejem-me boa sorte!

badge_post_01