mm1 mm2 mm3mm4 mm5 mm6 mm7


9
maio 2017

ARQUIVADO EM: Literatura

O-Par-PerfeitoA Pousada #3
Autor:
Nora Roberts
Título original:
 The Perfect Hope
Editora: Arqueiro
Número de páginas:
 309
Avaliação: 
5/5
Onde comprar: Amazon |
Americanas | Submarino

Mesmo sendo conhecido como o mais durão dos irmãos, Ryder Montgomery deixa as mulheres aos seus pés quando coloca seu cinto de ferramentas. Nenhuma delas é imune a seu jeito sexy quando está no trabalho. Sem contar, é claro, Hope Beaumont, a gerente da Pousada BoonsBoro. Ex-funcionária de um luxuoso hotel em Washington, Hope está acostumada à agitação e ao glamour, porém isso não significa que ela não aprecie os prazeres da cidade pequena. Sua vida está exatamente como ela deseja – exceto pela questão amorosa. Sua única interação com alguém do sexo oposto são as frequentes discussões com Ryder, que sempre lhe dá nos nervos. Ainda assim, qualquer um vê que há uma química inegável entre os dois. Enquanto o dia a dia na pousada transcorre sem problemas graças aos instintos infalíveis de Hope, algumas pessoas de seu passado estão prestes a lhe fazer uma indesejável – e humilhante – visita. Mas, em vez de se afastar ao descobrir que Hope tem seus defeitos, Ryder só fica mais interessado por ela. Será que pessoas tão diferentes podem formar um par perfeito? No livro que encerra a trilogia A Pousada, Nora Roberts apresenta Ryder Montgomery, que, ao tentar driblar o amor refugiando-se no trabalho, acabou sendo surpreendido pelo sentimento mais nobre e profundo que já teve.

Tenho um carinho imenso por essa trilogia, encantei-me logo no primeiro livro, e todos os outros mantiveram o padrão, inclusive, esse último é o meu preferido. Neste volume temos como protagonistas Ryder Montgomery e Hope Beaumont. 🙂

Hope é a gerente da Pousada, uma mulher forte que teve uma péssima experiência em um relacionamento anterior. Ela é metódica e muito dedicada ao seu trabalho, mas não está sabendo lidar com seus sentimentos por Ryder, o filho da dona da Pousada, e responsável pela restauração da mesma. Ryder é o mais velho dos três irmãos, conhecido por seu jeito durão e conquistador, ele nunca demonstrou o menor interesse em encontrar alguém e sossegar, até conhecer Hope. De início, os dois tentam negar a atração existente, mas ela é mais forte do que eles.

“Nenhum homem fez o que você me fez. Faz. Eu sempre achei que houvesse algo errado comigo, porque eu não conseguia o suficiente. Mas a única coisa errada era que nenhum deles era você.” 

Desde o primeiro livro, eu já estava muito ansiosa para conferir a história de Ryder e Hope. Todos os personagens são maravilhosos, mas a personalidade desse casal em especial, tinha tudo para ser explosiva. Sou muito fã dos livros da Nora Roberts, e amo quando cada livro conta a história de um personagem, mas todos eles estão presentes em uma mesma família.

A questão sobrenatural da trilogia foi resolvida de maneira muito doce, singela e satisfatória. A fantasma existente na obra se tornou um dos protagonistas, meu carinho por ela já era imenso. Tudo tinha uma razão, um motivo de existir.

A narrativa mantém o foco em terceira pessoa, intercalando o ponto de vista dos personagens. O romance vai se desenrolando de forma muito natural, o que me agradou bastante. Ryder não muda de personalidade, ele mantem seu jeitão rustico, mas isso não quer dizer que não seja romântico e doce com Hope. Ele foi o meu personagem preferido da trilogia. 🙂

O Par Perfeito é cheio de romance, mas não apenas isso. A cumplicidade, o amor fraterno e a necessidade de ajudar aqueles que amamos são partes essenciais. Recomendo com toda a certeza, mas uma trilogia que ganha um lugar especial na minha estante. <3 😉



5
dez 2016

ARQUIVADO EM: Literatura

o-eterno-namoradoA Pousada #2
Autor:
Nora Roberts
Título original:
 The Last Boyfriend
Editora: Arqueiro
Número de páginas:
304
Avaliação: 
4,5/5
Onde comprar: Amazon |
Americanas | Saraiva | Submarino

Sinopse: Tudo o que acontece na vida de Owen Montgomery é meticulosamente organizado em uma planilha ou lista de tarefas. No trabalho não é diferente, e é graças a sua obsessão por ordem que a Pousada Boonsboro está prestes a ser inaugurada – dentro do cronograma. A única coisa que Owen jamais previu foi o efeito que Avery MacTavish teria sobre ele. A proprietária da pizzaria em frente à pousada sempre foi amiga da família e agora, enquanto vê em primeira mão a fantástica reforma pela qual o lugar está passando, também observa a mudança gradativa de seus sentimentos por Owen. Os dois foram namorados de infância, e desde então tinham estado bem distantes dos pensamentos um do outro. O desejo que começa a surgir entre eles, porém, não tem nada de inocente e é impossível de ignorar. Enquanto Owen e Avery decidem se render à paixão e levar seu relacionamento a um nível mais sério, a inauguração da pousada se aproxima e dá a toda a cidade um motivo para comemorar. Mas quando os traumas do passado de Avery batem à porta e a impedem de se entregar, Owen sabe que seu trabalho está longe de terminar. Agora ele precisa convencê-la a baixar a guarda e perceber que aquele que foi seu primeiro amor pode também ser seu eterno namorado.

Esse é o segundo volume da série A Pousada, e esta resenha contém spoilers do livro anterior – Um Novo amanhã.

Nora Roberts é a rainha dos romances, sempre que leio um novo livro dela fico com um sorriso no rosto. O eterno namorado é o segundo volume da trilogia A Pousada, e dessa vez Nora vai mostrar que um amor de infância pode sim reacender quando menos se espera (e eu sou prova disso, me apaixonei pelo meu marido aos 11 anos, tivemos um namorico e nos reencontramos anos depois, estamos juntos há doze anos).

Neste volume vamos conhecer um pouco mais sobre Owen e Avery. Ele é o irmão do meio da família Montgomery, o mais metódico e detalhista, é ele quem cuida das planilhas e dos pedidos, e faz tudo sempre com o maior amor. Avery é a dona da pizzaria do outro lado da rua, ela cresceu junto com os irmãos Montgomery e tem um carinho enorme pela família. Ela e Owen já tiveram um namoro na infância, mas depois depois se tornaram apenas bons amigos.

Avery é determinada e não tem preguiça de trabalhar, não gosta de depender de ninguém e evita falar sobre seus sentimentos ou problemas, o que torna tudo mais complicado para Owen, quando ele finalmente percebe que a amizade pode ser algo mais. Toda essa dificuldade em compartilhar sentimentos tem uma explicação lógica, algo do passado de Avery retorna, e fica difícil não se solidarizar com a tristeza dela, e torcer para que ela saia dessa.

A narrativa de Nora Roberts é simplesmente sensacional, a leitura flui de forma rápida e agradável, e o fato de já termos familiaridade com os personagens, contribui ainda mais para isso. Em terceira pessoa, vemos o ponto de vista de cada um ser explorado. A química dos personagens é forte, percebemos que Avery e Owen foram mesmo feitos um para o outro. 

“Apaixonar-se por Owen mais uma vez parecia uma loucura, exatamente como havia sido antes.”

Owen ganhou meu coração desde o primeiro livro, ele é doce e cuidadoso, não tem aquele lado rude bem comum em livros de romance (isso vai ficar para o irmão mais velho, protagonista do próximo livro). Tudo que faz é com muito capricho e esmero. Ele ama Avery, quer cuidar dela, mas sem dominá-la ou impedir que ela continue sendo a mulher forte e batalhadora que sempre foi.

“Nenhum homem fez o que você me fez. Faz. Eu sempre achei que houvesse algo errado comigo, porque eu não conseguia o suficiente. Mas a única coisa errada era que nenhum deles era você.”

Toda a família continua aparecendo bastante, o que me alegra muito, amo todos os personagens! Dei muita risadas com algumas situações e me emocionei com outras. Não posso esquecer da maravilhosa Lizzy, a fantasma que agita a pousada e faz questão de ajudar cada um dos personagens a encontrarem seus caminhos. Torço muito para que ela encontre finalmente a paz. 🙂

O Eterno Namorado é um romance fofo que aqueceu meu coração! Se você gosta de romances, com certeza vai se apaixonar por essa história linda. Recomendo com toda a certeza. 😀



15
jun 2016

ARQUIVADO EM: Literatura

Um-Novo-Amanhã-Livros-e-blablablaA Pousada #1
Autor:
Nora Roberts
Título original:
 The Next Always

Editora: Arqueiro
Número de páginas:
320
Avaliação: 
4,5/5
Onde comprar: Amazon |
Americanas | Saraiva | Submarino

Sinopse: A tradicional pousada da cidade de Boonsboro já viveu tempos de guerra e paz, teve diversos donos e até sofreu com rumores de assombrações. Agora ela está sendo totalmente reformada, sob direção dos Montgomerys, que correm para realizar a grande reinauguração dentro do prazo.
Beckett, o arquiteto da família, é um charmoso conquistador que passa a maior parte do tempo falando sobre obras, comendo pizza e bebendo cerveja com seus irmãos Ryder e Owen. Atarefado com a pousada, ultimamente nem tem desfrutado de uma vida social decente, mas pretende mudar logo isso para atrair a mulher por quem é apaixonado desde a adolescência.
Depois de perder o marido na guerra e retornar para Boonsboro, Clare Brewster leva uma vida tranquila cuidando de sua livraria e dos três filhos. Velha amiga de Beckett, ela volta a se reaproximar dele ao ajudar nos preparativos da pousada.
Em meio a essa apaixonante reconstrução, rodeados de amigos, Beckett e Clare passam a se conhecer melhor e começam a vislumbrar um futuro novo e promissor juntos.
Neste primeiro livro da trilogia A Pousada, Nora Roberts apresenta o romântico Beckett Montgomery, que, ao buscar realizar o sonho de sua família, acaba deparando com um amor que pensava estar esquecido.

Um Novo Amanhã é o primeiro livro da trilogia A Pousada, e já ganhou com meu coração. Nora Roberts se tornou a minha autora favorita do momento e quero ler o máximo possível dos seus livros (visto que a mulher é uma máquina e já escreveu milhares). 

Neste volume conhecemos a família Montgomery, composta pelos irmãos Beckett, Owen e Ryder e a mãe dos rapazes. O sonho da família é restaurar a antiga pousada Inn Boonsboro, localizada na pequena cidade de Maryland. A pousada era famosa pelo rumor de ser mal assombrada e por nunca ter dado certo nas mãos dos outros proprietários, mas aos cuidados dos Montgomery parece que finalmente vai ser reinaugurada. 

Clare Brewster teve sua vida totalmente modificada após a morte de seu marido. Mãe de três filhos pequenos, Clare decide voltar para a cidade onde nasceu, a fim de ficar próxima aos seus pais e contar com a ajuda deles. Ela compra um pequena livraria, localizada em frente ao Inn Boonsboro, e se sente feliz em poder acompanhar o desenvolvimento da reforma do lugar.  

Beckett Montgomery é o arquiteto da família, trabalha com o maior amor e afinco e faz questão de que tudo saia da melhor maneira possível. Ele sempre foi apaixonado por Clare Brewster, mas nunca revelou seu amor e viu a oportunidade acabar quando ela se casou e foi embora da cidade. Agora, após uma tragédia, Clare está de volta. Beckett sabe que os sentimentos que tinha por ela nunca morreram, e decide então fazer parte de sua vida, nem que seja para ajudá-la nas dificuldades. 

Clare é uma mulher de fibra, ela faz de tudo para manter seus filhos seguros e felizes, ainda que a falta de seu marido seja enorme. Ela não acredita que precise de um novo amor, seu foco é a família e o trabalho. Amiga da família Montgomery desde a infância, Clare se sente muito feliz em poder ajudar na decoração e passar mais tempo com eles, principalmente com Beckett.

“Já queria ficar com você mesmo quando não tinha esse direito.”

A pousada é um lugar mágico e através dela muitas coisas acontecem. A história da família Montgomery se entrelaça com a de Clare e de suas melhores amigas, Avery e Hope, que serão as próximas protagonistas, bem como os irmãos de Beckett. A autora incluiu um toque sobrenatural, e eu simplesmente amei! Para mim foi um acréscimo perfeito para o clima da obra.

Beckett e Clare são ótimos juntos, e o desenvolvimento do romance aqueceu meu coração. Beckett é aquele personagem encantador que sempre tira um sorriso do nosso rosto. Seu amor por Clare é puro, e amadureceu muito com o tempo, ele quer cuidar dela e em nenhum momento pensa em ocupar o lugar do pai das crianças. 

“Ele ficou por quase uma hora. Claria teria o beijado de novo só pelo fato de que ele ter divertido tanto seus filhos. Ele nunca pareceu entediado ou irritado com uma conversa cheia de super heróis, seus poderes, seus parceiros e seus inimigos.”

Os personagens secundários são um show a parte! A mãe dos irmãos Montgomery é sábia e carinhosa, e sempre consegue o que quer dos filhos, tornando a pousada um lugar de muito luxo. Os filhos de Clare são apaixonantes, o relacionamento deles com Beckett vai desenvolvendo aos poucos, e eles são bastante protetores em relação à ela. As amigas Avery e Hope também me conquistaram, feliz demais em saber que os próximos livros serão com elas como protagonistas. Temos também um personagem odioso, Sam, mas nem vou comentar sobre ele, leiam para conhecê-lo melhor (e odiá-lo profundamente).

Nora Roberts fala lindamente sobre amor e amizade, sobre o quanto pessoas que se amam podem fazer de tudo para ver o motivo de seu afeto bem. Sempre me encanto com a maneira como a autora conduz esses relacionamentos. Apesar da história ser linda, e ter conquistado meu coração, o que mais me surpreendeu foi descobrir que a pousada Inn Boonsboro é real, e a dona dela é a própria Nora Roberts! Isso mesmo, a pousada existe e tem as mesmas características do livro, como os quartos com nomes de casais literários famosos como “Elizabeth & Darcy”, “Jane & Rochester”, “Titânia & Oberon” e até mesmo “Eve & Roarke”, personagens da série Mortal, de Nora Roberts. Inclusive, o marido de Nora é dono da livraria que fica em frente a pousada (a livraria de Clare). Imagina que sonho conhecer esse lugar? Já quero!

“Eu amo você, Clare. Sempre amei, mas é diferente amar quem você é agora. É tão mais sólido.”

Recomendo com toda a certeza, e espero que vocês amem assim como eu, e que se tornem fã dessa autora tão maravilhosa. 😉






ilustrações design e desenvolvimento