Posts arquivados em Tag: Bertrand Brasil

31 ago, 2016

Frozen – Mundo de Gelo, Coração de Fogo

Frozen-capaFrozen #1
Autor:
Melissa de La Cruz e Michael Johnston
Título original:
 
Frozen – Heart of Dread
Editora:
Bertrand Brasil
Número de páginas:
308
Avaliação: 
2/5
Onde comprar: Amazon | Americanas | Saraiva | Submarino

Sinopse: “Bem-vindo a Nova Vegas, uma cidade antes repleta de brilho, agora coberta de gelo. Com grande parte do planeta agora destruído, o lugar só conhece uma temperatura: a congelante. Lá encontramos Natasha Kestal, uma jovem crupiê à procura de uma saída. Como muitos, ela ouviu falar de um lugar mítico simplesmente chamado de Azul, um paraíso onde o sol ainda brilha e as águas são azul turquesa — e um lugar onde Nat e seus semelhantes não serão perseguidos, mesmo que seu segredo mais obscuro venha à tona. Mas o caminho para o Azul é traiçoeiro, senão impossível de atravessar, e sua única chance é apostar em um grupo de mercenários liderados pelo arrogante Ryan Wesson para conduzi-la a seu destino. Ciladas e perigos os aguardam em cada esquina, à medida que Nat e Wes se veem inexoravelmente atraídos um pelo outro. Mas seria possível o amor verdadeiro sobreviver a mentiras? Corações em chamas colidem nesta trama sobre a maldade do homem e o incrível poder que existe dentro de cada um de nós.”

Após um grande desastre, o mundo deixou de ser o que era antes. Grande parte da população foi dizimada, os animais e plantas são praticamente inexistente e a poluição é predominante. A única temperatura existente é a congelante. Todos tem cabelos e olhos escuros, caso você seja diferente, você é um “marcado” e precisa se esconder. Os marcados são conhecidos por terem poderes especiais, mas são indesejados e caçados pelos militares. Natasha (ou Nat) é uma marcada, e acabou de fugir de uma instituição que aprisiona os marcados. Devido ao uso de lentes, ela consegue se misturar aos considerados normais e vive sua vida de forma discreta, como crupiê em uma cassino em Nova Vegas, uma das únicas cidades sobreviventes.

Nat tem esperanças de encontrar o Azul, um lugar que todos acreditam ser uma lenda, onde o calor ainda existe, onde os oceanos são limpos e a comida é abundante. Os ataques aos marcados estão cada vez piores e constantes, nat precisa fugir dali. A garota então encontra um mapa, que pode levá-la ao Azul, mas para isso vai precisar da ajuda de um grupo de mercenários, liderados pelo esnobe Ryan Wesson. Nat não confia em Wes, e nem ele nela. No entanto a atração é inevitável, e cercados de perigos e lugares sombrios, eles vão ter que aprender a cuidar um do outro, mesmo imersos em diversos segredos.

“Marcas de Mago, sussurravam os ciganos, videntes que liam mãos e cartas de tarô nos becos escuros de Vegas. Já começou. Outros sairão do gelo e virão para o nosso mundo.

É o fim.

O fim do começo. O começo do fim.”

Antes de qualquer coisa, preciso dizer que esse livro nada tem a ver com o filme da Disney, de mesmo nome. Só para tirar a dúvida mesmo hehehe.

Quando soube do lançamento de Frozen, fiquei muito curiosa, nunca li nada da Melissa de la Cruz, mas sempre ouvi falarem muito bem de suas obras. No entanto, acabei me decepcionando com o andamento da história.

Melissa de La Cruz escreve a trama juntamente com seu marido, Michael Jonhston, e talvez essa parceria não tenha funcionado tão bem, pelo menos para mim. A trama é instigante, o plot chama a atenção e me fez ficar bastante empolgada. Frozen é narrado em terceira pessoa, alternando o ponto de vista de Nat e Wes a cada capítulo. A obra é dividida em cinco partes, o que tornou a leitura rápida e dinâmica.

Infelizmente os autores inseriram uma porção de elementos e novos personagens, transformando tudo numa grande salada. Nat e Wes são personagens ótimos, mas não me convenceram como casal, não consegui me conectar com o romance e nem torcer por eles. Separados eles eram interessantes, juntos eram mais do mesmo.

As duas primeiras partes correram de maneira muito agradável, o que aumentou minhas expectativas, mas depois a coisa degringolou e fiquei bem decepcionada. No entanto, a distopia é bem presente e os autores conseguiram passar uma boa mensagem, sobre o cuidado com o meio ambiente, e em o que os humanos estão se tornando. Se os elementos fantasiosos não tivessem sido tão explorados (de forma exagerada e às vezes desconexas), eu provavelmente teria dado uma nota maior ao livro.

“Frozen – Mundo de Gelo, Coração de Fogo” é um livro repleto de aventura e muita magia, de leitura rápida e fácil. Apesar de não ter gostado tanto assim, ainda tenho curiosidade ler os livros seguintes (são três ao todo). Como gosto não se discute, se você se interessou, acho que vale a pena ler e tirar suas próprias conclusões. 🙂

26 jun, 2016

A casa da praia, de Nora Roberts

A-Casa-da-PraiaAutor: Nora Roberts
Título original:
 Whiskey Beach
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas:
475
Avaliação: 
4,5/5
Onde comprar: Amazon |
Americanas | Saraiva | Submarino

Sinopse: Após ser inocentado pelo assassinato de Lindsey, sua ex-mulher, ele se muda para a casa desocupada de sua avó em Whiskey Beach: Bluff House, um casarão que há mais de trezentos anos atua como guardião inabalável do litoral… e de seus segredos.

Tudo o que Eli deseja é um pouco de paz e tranquilidade para trabalhar em seu romance. Mas, quando chega em Bluff House, ele descobre que sua avó incumbira a casa e Eli aos cuidados da jovem vizinha, Abra Walsh. Eli acredita ser capaz de cuidar de si mesmo, mas, conforme se vê gradualmente cedendo às palavras amáveis e refeições apetitosas de Abra, os dois passam a se ver presos em um emaranhado que se estende por séculos e que tem seduzido aquele cujo maior desejo é destruir a vida de Eli de uma vez por todas.

Nora Roberts é minha autora preferida do momento, seus livros me encantam sempre. A Casa da praia me chamou bastante a atenção pela capa simples e por se tratar de um livro único. \o/

Eli London só quer um pouco de paz, sua vida passou por uma mudança enorme desde que sua ex-esposa foi assassinada e ele se tornou o principal suspeito. Ainda que agora ele tenha sido inocentado, por falta de provas, as coisas dificilmente voltarão a ser as mesmas. Ele sabe que é olhado com outros olhos e que muitos acreditam que ele era sim o verdadeiro culpado. 

Para se ver livre dos olhares curiosos, Eli decide retornar para Bluff House, a casa de sua avó que está na família há mais de trezentos anos, se tornando um patrimônio na pequena cidade litorânea, Whiskey Beach. Como sua avó está na casa de seus pais, se recuperando de uma queda, Eli acredita que terá bastante tempo para se dedicar à escrita de seu livro, um projeto que ele sempre teve, mas nunca conseguiu colocar em prática. No entanto, sua sábia avó deixou a casa aos cuidados de Abra Walsh, sua jovem e dedicada vizinha. A garota é cheia de vida e energia, e aos poucos vai penetrando o escudo que Eli criou em volta de si mesmo. O problema é que existe alguém disposto a acabar com a vida de Eli, custe o que custar.

A narrativa em terceira pessoa é absolutamente envolvente, são 475 páginas que eu mal percebi passarem. O foco é nos personagens principais, mas em alguns momentos acompanhamos o que se passa na cabeça do “vilão”. Eli é um personagem que começa apático e desiludido, a pressão que enfrentou durante o último ano minou suas forças e vontade de viver. No decorrer da leitura ele vai amadurecendo e mudando, justamente por causa de Abra. A vizinha de Eli já passou por momentos muito difíceis, e Whiskey Beach se tornou uma benção em sua vida. Trabalhar para a Sra. London e manter o casarão onde ela vive em ordem sempre foi um grande prazer. Sendo assim, cuidar de seu neto foi uma consequência natural. Abra se encanta por Eli e decide ajudá-lo a enxergar o mundo de uma maneira melhor. Amei a personagem, totalmente cativante e dona de si, Abra trouxe a leveza que a trama precisava.

“Quando olho para você vejo todos os dias e todas as possibilidades que existem neles.”

Quando Eli volta a ser assombrado pelo passado e por novas situações, o livro passa a ter um tom de mistério e suspense, e fiquei bastante curiosa para saber o que iria acontecer, quem era o verdadeiro culpado pela morte da ex-esposa de Eli e por todos os outros problemas que estavam acontecendo. Gostei muito da forma como a autora desenrolou a trama, envolvendo os antepassados da família Landon! Os personagens secundários são ótimos, principalmente a avó de Landon, que tem as partes mais engraçadas. Queria só um pouquinho da vitalidade que essa senhora demonstra!

A casa da praia é um romance instigante e cheio de reviravoltas, que nos prende do inicio ao fim. Nora Roberts não decepciona, recomendo MUITO!

02 maio, 2016

Sorteio: Miragem em Chamas

miragem-em-chamas-sorteio-livroseblablablá

Quem ai quer sorteio? o/

O livro escolhido foi o Miragem em Chamas, do Lee Child. Sou fã do autor e o personagem Jack Reacher é um dos meus favoritos! Se você ainda não conhece o autor, essa é uma boa chance. Para saber mais sobre a história, é só conferir a resenha (em vídeo e por escrito), aqui no blog.

Para participar é bem simples, basta preencher a primeira entrada, que é LIVRE, e você já está participando. Se quiser mais chances, é só preencher as chances extras, que serão liberadas logo após a primeira entrada do formulário.


a Rafflecopter giveaway

05 abr, 2016

Miragem em Chamas, de Lee Child (VÍDEO)

A resenha de hoje é em dois formatos, em vídeo e por escrito. Para agradar à todos os gostos. Esse é o quinto livro da série Jack Reacher, de Lee Child, mas a leitura fora de ordem não atrapalha o entendimento, cada livro é um caso diferente e o protagonista raramente faz menções à acontecimentos passados. Eu mesma li fora de ordem vários deles. 🙂

Autor: Lee Child
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 
476
Avaliação: 
4/5
Onde comprar: Amazon | Americanas | Saraiva | Submarino

Jack Reacher está à deriva em meio ao verão escaldante do Texas e sabe que carona é um meio de transporte dos mais inseguros. Porém quando Carmem, uma jovem linda e rica, de ascendência latina, aparece dirigindo um Cadillac, ele embarca de imediato. Ela tem uma filha que, sem que saibam, está sendo mantida sob constante vigilância. O marido, não por acaso, está atrás das grades. Quem irá protegê-las quando ele for solto? Nosso herói não resiste a uma bela dama em apuros; além do mais, perigos não são novidade para ele. E no rancho remoto dos sogros de Carmem, no Condado de Echo, há desafios em abundância: mentiras, preconceito, ódio e assassinato. A família é hostil, a polícia da cidade, não muito confiável, e os advogados, ah!, uns incompetentes. Se Reacher não puder acertar as coisas, quem poderá? Crepitante como o sol de El Paso, Miragem em Chamas é um suspense regado à pimenta jalapeño estrelado por um dos heróis mais engenhosos e memoráveis do gênero.

Jack Reacher é um personagem sensacional. Um ex-militar extremamente competente e estrategista, que vive por ai, sem casa, carro ou qualquer coisa que o fixe em algum lugar. Em cada livro de Lee Child, temos um caso diferente, uma situação que Reacher tem que resolver. Em Miragem em Chamas, Jack tem que lidar com a corrupção e com um calor desumano. 

Esse é o livro da série com a trama mais complexa até agora, as cenas de ação estão em menor escala. Jack usa muito mais o cérebro e a experiência dessa vez, o ritmo em alguns momentos se torna um pouco lento. A investigação me deixou confusa, em não consegui descobrir nada antes que fosse revelado, dessa vez fui surpreendida totalmente. Carmen é uma personagem que levanta muitas suspeitas, hora eu confiava nela, hora eu tinha certeza que ela era uma mentirosa. 

Lee Child descreve os cenários com maestria, eu quase podia sentir o calor daqui. A temperatura era sempre acima de 40 graus, e as pessoas estavam sempre transpirando muito e reclamando do calor absurdo. Os personagens secundários também são ótimos, alguns a gente quer matar lentamente e outros se tornam mais do que essenciais. 

Por ser um livro mais lento, e arrastado em algumas partes, não recomendo a ninguém que comece a leitura da série por ele, pois é provável que acabe não gostando tanto assim e desistindo da série. Mas, se você já leu algum deles antes, pode ir sem medo, vale muito a pena.

Jack Reacher integra minha lista de personagens favoritos (perto ali do meu maravilhoso Myron Bolitar), e Lee Child já tem um lugar especial no meu coração. Mal posso esperar pelo próximo livro da série!

Coleção Jacy Reacher, por Lee Child

  1. Dinheiro Sujo (Killing Floor)
  2. Destino: Inferno ( Die Trying)
  3. Alerta final (Tripwire)
  4. Caçada às cegas (Running Blind)
  5. Miragem em Chamas (Echo Burning)
  6. Without Fail
  7. Persuader
  8. The Enemy
  9. O último tiro (One Shot) – Foi lançado aqui primeiro e fora da ordem
  10. The hard Way
  11. Bad Luck and Trouble
  12. Nothing to Lose
  13. Gone Tomorrow
05 ago, 2015

A Maldição – Joseph Delaney (O Sétimo Filho)

osetimofilho-livroseblablablaAs Aventuras do caça-feitiço #2
Autor: Joseph Delaney
Título original: The Spook’s Curse
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 288
Avaliação: 4/5

O Caça-feitiço e seu aprendiz, Thomas Ward, se preparam para a maior batalha de suas vidas e seguem numa missão para um combate infernal. Desta vez, o inimigo é O Flagelo, uma criatura diabólica que se esconde no fundo das catacumbas da catedral. Todo o Condado corre o risco de ser corrompido por seus sinistros poderes. Mas surgem terríveis surpresas, e Tom e seu mestre descobrem que O Flagelo não é seu único inimigo e o desafio que os espera é bem maior. Como eles vão conseguir sobreviver a este horror?

Essa série está ganhando o meu coração, o primeiro livro – O Aprendiz – já foi resenhado aqui no blog. Nesse volume, nosso protagonista Thomas Ward vai se envolver em perigos ainda maiores.

Thomas é um aprendiz dedicado, estuda com afinco todos os dias e aprende muito rápido. Tanto é que consegue combater sozinho um dos ogros de maior grandeza, mostrando para seu mestre que o esforço está sendo válido. Quando o irmão do Caça-feitiço, um padre nada amigável, falece, Thomas e seu mestre precisam ir ao funeral em Priestown, a sede do Condado.

Mas Thomas logo descobre que o Caça-feitiço não está indo somente para o funeral do irmão, ele tem um serviço “pendente” na cidadezinha e quer aproveitar a oportunidade para finalizá-lo. No entanto, Thomas sabe que seu mestre está adoentado, e sua saúde se torna uma grande preocupação.

O perigo que Thomas e seu mestre pretendem enfrentar se chama Flagelo, um ser diabólico que foi aprisionado há muitos anos nas catacumbas da Catedral, mas que está cada vez mais forte e sedento por sangue. O Flagelo é capaz de dominar a mente de suas vítimas e controlá-los. Além disso, o temido Inquisidor está na cidade, e Tom teme pela vida do Caça-feitiço.

“Estremeci e senti mais medo do que em qualquer outro momento desde que começara a trabalhar para o Caça-feitiço. Senti como se estivesse caminhando em um pesadelo em que tudo fora predeterminado e eu nada podia fazer nem tinha qualquer opção. Como poderia haver escolha, se deixar Alice e o Caça-feitiço e ir embora resultaria em suas mortes?”

Joseph Delaney manteve o ritmo e deixou a história ainda mais empolgante nesse segundo volume. A narrativa é envolvente e Tom é um garoto muito inteligente e corajoso. Por ser um livro juvenil, a trama não é tão prAmaldição-JosephDelaneyofunda ou ricamente desenvolvida, mas mesmo assim é uma leitura encantadora. Tom é um personagem cativante.

Alice está de volta, e tem um papel importante a executar. Os segredos da mãe de Tom estão cada vez mais interessantes, acredito que ela terá um papel maior nos próximos livros. Além disso, a curiosidade e mania de bisbilhotar o que não se deve de Thomas nos presenteia com um segredo importante do Caça-feitiço.

Acho fofa o fato de Tom querer proteger Alice, mesmo seu mestre sendo contra. Os dois são lindos juntos e espero que a personagem continue nos próximos livros. <3

A Maldição é um livro envolvente e eu com certeza já quero a continuação, estou amando acompanhar o amadurecimento de Thomas e a descoberta de tantos segredos. A minha edição é a com a capa do filme, mas os livros também são vendidos separadamente. A capa ao lado é a capa do segundo livro, na versão original.

Ainda que seja um livro voltado para o público jovem, recomendo muito. O livro não é infantil e nos prende do começo ao fim! A série contabiliza 13 livros, ainda que seja um número grande, quero ler todos! O filme já foi lançado, mas confesso que não gostei tanto assim. Os livros são bem mais interessantes. Quem concorda?


badge_post_01