Posts arquivados em Tag: Rick Riordan

22 dez, 2015

Magnus Chase e a Espada do Verão – Rick Riordan

A-espada-do-verão- Livros-e-blablablaMagnus Chase e os deuses de Asgard #1
Autor: Rick Riordan                 
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 439

Avaliação: 4,5/5
Onde comprar: Amazon | Americanas | Saraiva | Submarino

Sinopse: A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, lutando para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph – um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico. As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve ir em uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. A espada do verão é o primeiro livro de Magnus Chase e os deuses de Asgard, a nova trilogia de Rick Riordan, agora sobre mitologia nórdica.

Magnus Chase vive nas ruas de Boston. Ele fugiu no dia em que sua mãe morreu, em um incêndio suspeito – onde ele jura ter ouvido o barulho de lobos -, e desde então se vira como pode. O garoto tem dois amigos, Blitz e Hearth, que também são moradores de rua e estão sempre ajudando Magnus no que ele precisa.

Na noite do seu aniversário de 16 anos, Magnus descobre que sua prima Annabeth Chase e seu tio o estão procurando, o que não faz sentido nenhum, já que se passaram dois anos desde o seu desaparecimento. Decidido a entender o que está acontecendo, Magnus invade a casa de seu outro tio, Randolph, o qual sua mãe sempre pediu que ele mantivesse distância.  Randolph é um homem perturbado, e assim que encontra Magnus começa a dizer que o garoto é filho de um deus Nórdico e que precisa resgatar uma antiga espada, que pertenceu ao seu pai. 

Quando menos se espera Magnus está em meio a uma batalha, envolvendo um gigante poderoso, que precisa da Espada do Verão para realizar seu plano (a espada que Magnus acabou de resgatar). Depois de uma luta intensa, com a participação inusitada de Hearth e Blitz, Magnus morre (o que definitivamente não é spoiler, fiquem tranquilos).

“Disseram que todo mundo sonha, que eu só não lembrava dos meus. Mas afirmo: dormir para mim sempre foi como estar morto. Até eu estar mesmo morto. Aí, sonhei como uma pessoa normal.”

Após sua morte, Magnus acorda em Valhala, um hotel para guerreiros que morreram com honra em batalha. Esses heróis são escolhidos para integrar o exército de Odin, e lutar no Ragnarök (o juízo final da mitologia nórdica). Quem escolhe e leva esses heróis para Valhala são as valquírias, semideusas selecionadas por Odin para essa missão. A valquíria responsável por Magnus é Samirah.

A missão de Magnus é reencontrar a espada do verão – que ele encontrou, mas perdeu no mesmo dia em que morreu -, evitar que o gigante coloque as mãos na espada e impedir que o temido lobo Fenrir seja liberto, e dê inicio ao Ragnarök. E para isso, ele vai contar com a ajuda de Samirah, Blitz e Hearth que não na verdade são um anão e um elfo, respectivamente, e que durante todo o tempo em que viveram nas ruas, estavam ali para protegê-lo. 

“Finalmente, paramos em frente à porta onde estava escrito MAGNUS CHASE.

Ao ver meu nome gravado em ferro, rodeado de runas, comecei a tremer. Minhas últimas esperanças de que tudo aquilo fosse um erro, uma pegadinha de aniversário ou uma confusão cósmica evaporaram. O hotel estava me esperando. Tinham escrito meu nome corretamente e tudo.”

As histórias de Rick Riordan sempre me agradam, ainda que ele use muitos elementos parecidos, para mim é sempre uma novidade. A Espada do Verão me agradou bastante, por se tratar de um mitologia totalmente desconhecida por mim (os filmes de Thor não servem para conhecermos a mitologia) e por ter personagens com características tão diversas. Magnus é loiro e se parece com o Kurt Cobain, Samirah é muçulmana e usa um hijab, Blitz é um anão negro e apaixonado por moda e Hearth é surdo e se comunica com linguagem de sinais. A melhor equipe.  

A narrativa é deliciosa, repleta de humor e reviravoltas. Riordan, como sempre, valoriza a amizade e companheirismo, Magnus e seus amigos fazem de tudo uns pelos outros. Os vilões tem características interessantes, e nunca se sabe quem realmente é mal, ou quais as suas motivações verdadeiras. As tramas de Riordan sempre se conectam em algum momento, e já que Annabeth é prima de Magnus, provavelmente essa ligação será ainda mais explorada (e acho que Percy pode aparecer em algum momento). Temos profecias, poucos dias para realizar a missão e muita aventura, o que nas mãos de Rick Riordan é sempre um sucesso. Sem contar as referências atuais, como Taylor Swift e Arrow. 

Por ser o primeiro livro – de uma nova saga, o conteúdo é um tanto introdutório, o que torna algumas partes mais lentas, mas nada exagerado ou desestimulante. Se você curte o gênero, com certeza é uma boa pedida, recomendo COM CERTEZA! Já estou ansiosa para ter em mãos o segundo volume da trilogia – Magnus Chase e o Martelo de Thor, ainda sem previsão de lançamento. 

03 jan, 2015

O Sangue do Olimpo – Rick Riordan

Oosanguedoolimpos Heróis do Olimpo #5

Autor: Rick Riordan

Editora: Intrínseca

Número de páginas: 419

Avaliação: 4.5/5

O Sangue do Olimpo é o 5º livro da série Os Heróis do Olimpo. Se você não leu os livros anteriores, pule essa resenha para evitar spoilers.

Depois de enfrentarem as mais penosas missões, Percy Jackson e os outros tripulantes do Argo II ainda precisam encarar a pior de todas: chegar a Atenas a tempo de impedir que Gaia, a Mãe Terra, desperte.

A Atenas Partenos irá para o oeste, enquanto o Argo II seguirá para leste. Os deuses, ainda sofrendo com a dupla personalidade, não podem ajudar. Como os semideuses conseguirão vencer sozinhos um exército de gigantes e impedir uma guerra entre os acampamentos? A viagem para Atenas é perigosa, mas não há outra opção. Eles já sacrificaram muito para chegar aonde estão. E, se Gaia despertar, será o fim.

E então a saga chegou ao fim, e eu enrolei um monte para ler esse livro, por pura dificuldade de finalizar uma série que eu gosto muito. Já comentei com vocês que tenho esse problema né? Nunca quero finalizar, tenho medo hahaha.

Pois bem, muita coisa aconteceu nos quatro livros anteriores, muita ação, muitas aventuras e adrenalina. Agora, os sete semideuses da profecia: Percy, Annabeth, Leo, Piper, Jason, Frank e Hazel – juntamente com Nico e Reyna -, precisam evitar a guerra entre os acampamentos Meio-Sangue e Júpiter, levar a estatua de Atena Partenos para o acampamento Meio-Sangue, unir as personalidades divinas que estão em conflito com suas identidades grego e romanas e impedir que Gaia acorde. Coisa básica.

Para isso eles precisam se dividir, Reyna, Nico e o Treinador Hedge se encarregam de levar a estatua, numa tentativa de evitar a guerra entre os acampamentos, mas eles vão passar por diversas dificuldades. Enquanto isso, seus amigos farão de tudo para evitar o despertar de Gaia, isso inclui lutar com diversos gigantes nada amigáveis.

A narrativa de Rick Riordan é simplesmente sensacional, verificamos tudo sob o ponto de vista dos semideuses, e dessa vez os escolhidos para narrar a história foram Nico, Jason, Piper, Reyna e Leo. O que me agradou MUITO! Percy e Annabeth não são os personagens centrais dessa vez, abrindo espaço para que pudéssemos conhecer a fundo outros personagens, e Reyna e Nico ganharam de vez o meu coração. Que amizade inesperada! Deu muito certo. Não posso deixar de dizer também que Leo é o melhor personagem EVER, queria muito ser amiga dele hahaha.

Por serem muitos personagens, muitas situações acontecem, então o livro precisa mesmo de muitas páginas, para que todos tenham suas histórias devidamente contadas. No desenrolar da missão, muitas “pequenas missões” vão acontecendo, dessa forma vamos nos aprofundando nas emoções dos personagens e percebendo seu amadurecimento e coragem extrema.

O livro só não ganha cinco estrelas porque me decepcionei um pouquinho com o final, a batalha que encerra a trama foi bem fraquinha, Gaia nem era tudo o que eu imaginava. Mas, eu gostei muito do final de cada personagem, é bem provável que algumas pessoas não gostem tanto, mas eu adorei, fez sentido para mim. Se você é fã da série, com certeza precisa ler o desfecho!

Esse é o último livro da série Os Heróis do Olimpo, mas Riordan já tem uma série nova na manga! Em outubro desse ano, será lançada a série Magnus Chase e os deuses de Asgard. O primeiro livro se chamará A Espada do Verão. Já estou roendo as unhas de tanta ansiedade, espero gostar tanto quanto as séries anteriores do autor. <3

06 mar, 2014

A Casa de Hades – Rick Riordan

Os Heróis do Olimpo #4
Autor: Rick Riordan                 
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 478

Avaliação: 5/5

A Casa de Hades é o 4º livro da série Os Heróis do Olimpo. Se você não leu os livros anteriores, pule essa resenha para evitar spoilers.

A situação está cada vez mais complicada a bordo do Argo II. Jason, Piper, Leo, Frank, Hazel e Nico precisam chegar a Casa de Hades o quanto antes, para tentar salvar seus amigos de um destino trágico. No entanto, isso é uma missão quase impossível já que Gaia – a Mãe Terra – está despertando e faz questão de enviar os mais terríveis inimigos para derrubar os semideuses.
Enquanto isso, Percy e Annabeth lutam para sobreviver no Tártaro. Eles estão feridos, cansados, com fome e sede e ainda por cima precisam evitar os monstros que enviaram ao Tártaro em todas as suas lutas anteriores, esses seres estão sedentos por vingança.
Para voltar ao mundo dos vivos, Percy e Annabeth precisam encontrar e fechar de uma vez por todas as Portas da Morte, mas como sempre, isso será ainda mais difícil do que eles imaginavam.
*******
Eu já nem sei mais o que escrever nas resenhas dessa série, estou me tornando extremamente repetitiva. O problema é que Rick Riordan arrasa e eu amo todos os personagens!
O final de A Marca de Atena é arrasador, então eu estava surtando para ter em mãos A Casa de Hades. Só que aí um monte de coisas aconteceram na minha vida e tudo ficou bagunçado, mesmo a Intrínseca sendo linda e publicando o livro simultaneamente com o lançamento internacional, eu acabei conseguindo lê-lo bem depois. Só que é aquela coisa né? Quando eu começo um livro do Riordan, não consigo parar.
Eu gostei muito desse livro, mas ainda prefiro o anterior. Vocês sabem que eu amo quando temos mais de um narrador, conhecer a história por diversos pontos de vista é um up para mim, mas em A Casa de Hades temos 7 narradores! Achei um pouco exagerado hahaha. Mas, mesmo com esse detalhe eu continuo amando a trama e achando que Rick Riordan tem muita coisa escondida na manga, já estou preparando o meu psicológico para o que vem por aí.
Existem muitas situações marcantes no decorrer da história, como Percy e Annabeth mostrando que o amor deles é mais do que real e que eles fariam TUDO um pelo outro. O conflito de Piper por se achar menos que os outros semideuses, já que ela possui apenas o Charme. O encontro de Jason e Nico com Eros, o deus do amor (conhecido como Cupido, o babaca), que foi muito bem escrito tornando a cena intensa e delicada ao mesmo tempo. E claro, tem o Leo, meu personagem queridinho, que passa por uma determinada situação em que eu torço muito para ser mais explorada no último livro da saga (último gente… vai ser o último!).
“Mas não estava sozinha. Tinha Percy. E aquilo significava que não podia desistir.” 
Annabeth – pág 37
Se eu for citar todos os personagens, a resenha vai ficar imensa e desnecessária, só vou dizer que além dos semideuses, existem diversos personagens que vão fazer a diferença! Fica difícil não amá-los (ou odiá-los) e ansiar por saber como será o fim de cada um.
Acho que a marca registrada das história do Riordan é amizade, a forma como cada um faz o seu melhor para manter os amigos em segurança. Além disso, mesmo repletos de poderes, os semideuses são pessoas como nós, e Riordan faz questão de deixar isso bem claro.

O livro final da saga The Blood of Olympus (O Sangue do Olimpo) está previsto para Outubro de 2014. Ansiedade me define.

14 out, 2013

Promoção: Loucos por Rick Riordan

Sem categoria
Promocao-Loucos-Por-Riordan
Com quase 2 milhões de livros vendidos apenas no Brasil, Rick Riordan é um dos principais nomes da literatura fantástica juvenil da atualidade. Tio Rick encantou o mundo com seus semideuses, demônios, deuses, feiticeiros e mais uma imensa variedade de criaturas fantásticas, aliando mitologia à modernidade… E vocês sabem o tanto que eu AMO esse autor né?
Agora, você já imaginou poder ganhar, de uma só vez, 18 livros de Riordan?! A convite do site O Livreiro, e em parceria com diversos outros blogs queridos, sortearemos 18 obras do Tio Rick para apenas, sim!!, UM VENCEDOR!
Para participar da promoção #LoucosPorRickRiordan, que tem início hoje (14 de Outubro) e vai até o dia 04 de Novembro, só é preciso cumprir com alguma das entradas no formulário abaixo, já que todas as opções são livres! Para acumular pontos e aumentar suas chances de ser sorteado, você pode preencher mais entradas opcionais no Rafflecopter. Não se esqueça de conferir as regras e BOA SORTE!
Prêmios:
O Ladrão de Raios – Coolture News; O Mar de Monstros – O Livreiro; A Maldição do Titã – Cultivando a Leitura; A Batalha do Labirinto – Livros e Citações; O Último Olimpiano – Histórias Sem Fim; Graphic Novel: O Ladrão de Raios – Entrando Numa Fria; Graphic Novel: O Mar de Monstros – Livros e blablablá; Guia Definitivo – Burn Book; Os Arquivos do Semideus – Cultivando a Leitura; A Pirâmide Vermelha – Livros & Bolinhos; O Trono de Fogo – Este Já Li; A Sombra da Serpente – Feed Your Head; Guia de Sobrevivência – Até A Última Página; O Herói do Olimpo – Equalize da Leitura; O Filho de Netuno – Brincando com Livros; A Marca de Atena – S2 Ler; A Casa de Hades – Cultivando a Leitura; Os Diários do Semideus – Cultivando a Leitura

21 ago, 2013

Graphic Novel: O Mar de Monstros – Rick Riordan

Editora: Intrínseca
Autor: Rick Riordan
Adaptação de: Robert Venditti
Arte de: Attila Futaki
Colorido por: Tamás Gáspár
Avaliação: 
Sinopse: Na versão em graphic novel da segunda aventura da série Percy Jackson e os olimpianos, Percy e seus amigos estão em busca do Velocino de Ouro, único artefato mágico capaz de proteger da destruição seu lugar predileto e, até então, o mais seguro do mundo: o Acampamento Meio-Sangue.
Com o envenenamento da árvore de Thalia por um inimigo misterioso, as fronteiras mágicas que protegem o Acampamento estão ameaçadas, e é preciso buscar o antídoto. As coordenadas da missão -30-31-75-12 – são uma referência ao Triângulo das Bermudas, no temido Mar de Monstros. Uma jornada que colocará à prova a herança de nossos heróis – quando Percy irá questionar se ser filho de Poseidon é uma honra ou uma terrível maldição.

Eu amo os livros do Rick Riordan, Percy Jackson é um dos meus personagens preferidos, então sempre que vejo algo novo dele eu quero (como o livro O Mar de Monstros com a capa do filme, ficou tão lindo!). Quando a Intrínseca lançou a Graphic Novel de O Ladrão de Raios eu fiquei mega empolgada e fiz questão de ler o quanto antes. As ilustrações e o texto me pegaram de jeito, tudo muito lindo e resumido de uma maneira incrível, sem cortar detalhes importantes da história!

No segundo volume, Percy e sua turma estão em busca do Velocino de Ouro, para salvar o Acampamento Meio-Sangue, mas como tudo na vida deles é sempre bem complicado, a aventura vai ser imensa. Quem já leu os livros, sabe o que acontece, mas mesmo quem não leu os livros e pretende ler somente a GN, vai entender certinho! Claro que o livro é MUITO mais detalhado, isso não tem como negar, mas ainda assim eu digo que a GN está bem fiel à história. 


Os traços do desenho são bem marcantes, alguns personagens me agradaram muito, como Grover e Tyson (eles estão bem melhores do que os atores do filme hahaha), mas a ilustração da Clarisse e da Thalia não me agradaram nem um pouco! Totalmente fora do que eu imaginava. 


A capa desse segundo volume está ainda mais linda do que a do primeiro, mal posso esperar para ter todos os GN da coleção em mãos. Se você também curte aventuras e é fã de Percy Jackson, a leitura é mais do que recomendada!!