mm1 mm2 mm3mm4 mm5 mm6 mm7


25
jun 2014

ARQUIVADO EM: Literatura
The 100 #1
Autor: Kass Morgan
Editora: Galera Record
Número de páginas: 
Avaliação: 3.5/5

“Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis – considerados gastos inúteis para a sociedade restrita – serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles… ou uma missão suicida.”

Assim que eu soube do lançamento desse livro no Brasil fiquei MUITO empolgada, distopia tem sido o meu gênero favorito, e a sinopse de The 100 me conquistou de cara.
 
“Tinha realmente acontecido. Pela primeira vez em séculos, humanos tinham saido da colônia.”

 

O ponto alto do livro, pelo menos para mim, foi a troca de pontos de vista. A narrativa é em terceira pessoa, mas Kass Morgan utiliza quatro personagens diferentes: Clarke, Wells, Bellamy e Glass, tornando tudo dinâmico e bem amplo. Vamos descobrindo aos poucos o motivo de cada um estar onde está. Nos primeiros capítulos eu ficava me mordendo de curiosidade para saber o que cada um deles havia feito, para serem considerados delinquentes e serem enviados à Terra. E, de certa forma, todas os motivos são bem convincentes.
Clarke é uma estudante de medicina extremamente dedicada, sempre disposta a ajudar o próximo. Wells é o filho do Chanceller, um rapaz educado e influente. Glass é a melhor amiga de Wells, e sempre teve uma vida boa, até que algo inesperado acontece. E por último, Bellamy, um jovem encrenqueiro, mas que faz de tudo para proteger quem ama, inclusive entrar clandestinamente na nave com destino à Terra. No último minuto, Glass aproveita uma distração e foge da tripulação destinada à Terra, dessa forma podemos acompanhar também a vida na nave (colônia). Através de Glass percebemos que a vida na colônia não é nada fácil! Eles tem um controle de natalidade rigoroso e a pena de morte é bastante utilizada (com direito a injeção letal e corpos lançados no espaço).
Meu único problema com a trama, foi que até certo ponto do livro eu não conseguia me conformar com algumas coisas. Parecia que os personagens não se davam conta de que estavam em perigo, de que precisavam descobrir como sobreviver na Terra. Senti isso com Wells, principalmente. A única coisa que ele parecia pensar era na garota por quem é apaixonado. Entretanto, não demorou muito para que eu conseguisse me acostumar com isso, e não ficasse o tempo todo achando tão estranho assim. Isso com certeza se deve a narrativa fluída e gostosa de Kass Morgan.

“(…)Bellamy abriu os olhos. Ele estava sendo ridículo, sabia disso. A chuva era apenas água, e não existia essa história de começar do zero. Esse era o problema dos segredos – você tinha que carregá-los consigo para sempre, independentemente do custo.”
The 100 é um livro bem introdutório, mas repleto de romance, ação e aventura. A leitura é bem rápida e o final é de dar desespero! Eu preciso MUITO da continuação. Mesmo não sendo um livro perfeito, e nem ter se tornado o meu favorito, indico para os fãs de distopias, assim como eu. Creio que o segundo livro (que se chama Day e vai ser lançado em setembro, no exterior) será ainda melhor, e teremos muitas respostas.
O trama já virou série de tv da CW. E, agora que li o livro, estou bem ansiosa para assistir a série e conferir de que forma fizeram essa adaptação. Aparentemente a personagem Glass não faz parte da série (ela é a minha preferida =/), quem já assistiu pode me confirmar se isso é verdade? Pata quem ainda não conhece a série, confira o trailer:




Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz

ilustrações design e desenvolvimento